Paraná

Hemepar precisa de doações de sangue antes do Carnaval

noticia_361179_img1_normal_hemepar_doacao3O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) chama a atenção da população para a necessidade de aumentar as doações voluntárias de sangue antes do feriado de Carnaval. O objetivo é ampliar os estoques de bolsas de sangue em uma condição ideal para suprir a demanda dos 384 hospitais assistidos em todo o Estado por um período mínimo de cinco dias. Atualmente, a Rede Hemepar tem estoque suficiente para atender a demanda de sangue por, no máximo, três a quatro dias. Vejaaqui onde doar nas 22 unidades da Rede Hemepar.

Segundo o diretor do Hemepar, Paulo Roberto Hatschbach, no período que antecede o Carnaval as doações tendem a cair de 30% a 40% em média, em razão do número de pessoas viajando no feriado, e é exatamente nesse período que aumentam os acidentes de trânsito e, consequentemente, a demanda por bolsas de sangue nos hospitais.

“Entre o Natal e o Ano Novo a população compareceu aos hemocentros estaduais e tivemos as doações necessárias para suprir a demanda no final de ano. Aqueles que doaram nesse período ainda não estão aptos a uma nova doação. Por isso, alertamos para que mais pessoas doem sangue”, disse o diretor.

FERIADO – As 22 unidades da hemorrede estadual funcionarão normalmente durante a semana que antecede o Carnaval (9 a 14), de segunda a sexta, das 7h30 às 18h30, e no sábado das 8h às 18h. Nos dias 16 e 17 de fevereiro não haverá coleta de doações e na quarta-feira (18) o Hemepar reabre ao meio-dia.

O procedimento da doação é seguro e dura aproximadamente 40 minutos, com o acompanhamento de profissionais qualificados. Homens podem doar a cada 60 dias e mulheres devem aguardar três meses para fazer uma nova doação.

Para mais informações ligue 0800 645 45 55
Quem pode doar:

Qualquer Homem e Mulher de 16 à 69 anos, desde que:

– Menores de 18 anos com a autorização de um responsável;

– Esteja em boas condições de saúde;

– Pese no mínimo 50 Kg;

– Esteja descansado e alimentado (evitar alimentação gordurosa nas quatro horas que antecedem a doação);

– Apresente documento oficial com foto (Carteira de Identidade, Carteira do Conselho Profissional, Carteira de Trabalho, Passaporte ou Carteira Nacional de Habilitação);

Impedimentos temporários para doar sangue:

– Gripe ou resfriado: aguardar 7 dias após a cura

– Diarreia: aguardar 7 dias após a cura

– Durante a gravidez: 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana

– Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses)

– Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação

– Tatuagem nos últimos 12 meses

– Piercing nos últimos 12 meses (piercing genital e oral 12 meses após a retirada)

– Tratamento dentário: período varia de 1 a 7 dias (dependendo do tratamento realizado)

– Situações nas quais houve maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses)

Condições definitivas de quem não pode doar:

– Hepatite viral após os 10 anos de idade

– Diabetes insulinodependente

– Epilepsia ou convulsão

– Hanseníase

– Doença renal crônica

– Antecedentes de Neoplasias (Câncer)

– Antecedentes de acidente vascular cerebral (Derrame)

– Evidência Clínica ou Laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (Vírus HIV)

– Doenças associadas ao HTLV I/II e Doença de Chagas

Bem Paraná

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.