Paraná

Greve de professores da rede estadual marca “volta” às aulas

professores_ok_

Nesta segunda-feira, que deveria ser o primeiro dia de aula para 950 mil alunos da rede estadual de ensino, não houve aulas. Em greve por tempo indeterminado aprovada neste fim de semana, os professores e educadores estarão à frente das 2.100 escolas estaduais do Estado para recepcionar aos pais e alunos. Eles farão o comunicado da paralisação dos trabalhos nos três períodos e distribuirão uma Carta à Comunidade, explicando os motivos da greve, segundo a APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná.

Após a recepção dos pais e alunos, os trabalhadores das instituições de Curitiba se dirigirão para a frente da Assembleia Legislativa do Paraná, no Centro Cívico. Eles participarão de uma audiência pública promovida pelo deputado estadual Professor Lemos, marcada para as 9 horas. O objetivo do debate é esclarecer o impacto das medidas adotadas nas aposentadorias dos servidores do Estado pelo governador Beto Richa, chamada de “pacotaço de maldades”.

O diretor de comunicação da APP-Sindicato, Luiz Fernando Rodrigues, explicou que a greve foi definida por causa dos cortes promovidos pelo governo do estado associadas a proposta de acabar com direitos dos professores. A assembleia que aprovou a paralisação foi realizada em Guarapuava, na região Centro-Sul do Estado, e contou com a presença de 5.000 professores, segundo contabilidade da APP-Sindicato.

De acordo com o sindicato, os educadores entendem que a atual gestão implantou desmantelou as escolas. O desmonte é resultado da falta de repasses aos estabelecimentos de ensino, demissão de profissionais, redução do número de turmas, aumento do número de alunos nas salas de aula, atrasos e falta de pagamentos de benefícios dos trabalhadores, eliminação de programas e projetos educacionais.

Em nota, a Secretaria da Educação lamentou a decisão pela greve dos professores e lembrou que, nos últimos quatro anos, a categoria recebeu 60% de reajuste salarial e a ampliação de 75% na hora-atividade, dois avanços históricos em vencimentos e benefícios. Ainda segundo o governo, em 2014, os investimentos do Paraná no setor superaram em R$ 1,8 bilhão o mínimo constitucional e o Estado aplicou na área 35% do orçamento.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.