Paraná

Governo prepara novo capítulo do “pacote de maldades”

betoricha15dc

O governador Beto Richa (PSDB) envia, no começo da próxima semana, mensagens para a Assembleia Legislativa que ampliam o que ficou conhecido como “pacote de maldades”. As medidas, embora ainda não detalhadas, tratam do corte de custeio da máquina pública.

Chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra (PSD) afirmou logo após a primeira reunião do novo secretariado, há dez dias, que seria necessário “ajustes nas folhas de pagamento”. Pelo o que a Gazeta do Povo apurou, o pacote inclui cortes de gratificações pagas a servidores e a redução na contratação de comissionados – todos os secretários receberam a ordem para não ampliar as equipes de trabalho.

Em nota enviada neste sábado (31) o governo diz que “não está preparando um ‘pacote de maldades'”, mas “uma série de medidas para uma forte redução de despesas públicas” que “estão em fase final de elaboração”.

Impostos

A primeira versão do “pacote de maldades”, anunciado no ano passado, idealizado pelo secretário da Fazenda, Mauro Ricardo da Costa, visa a aumentar a arrecadação em R$ 1,5 bilhão. Inclui o chamado “tarifaço”, com o aumento da alíquota do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), que passou de 2,5% para 3,5% do valor venal do veículo. Na prática, isso significa que o contribuinte terá de pagar cerca de 40% a mais em relação ao valor desembolsado no ano passado.

O governo também mexeu no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre itens de consumo popular. Além disso, taxou em 11% aposentados e pensionistas do estado que recebem acima do teto do INSS, hoje fixado em R$ 4.390,24.

 

Gazeta do Povo

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Um Comentário

Os comentários não representam a opinião deste site; a responsabilidade é exclusiva de seus autores. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Esse pacote das maldades está ficando cada vez maio…
    O senhor governador fez distribuição de aulas em dezembro. Os concursados novos (concurso que aconteceu em 2013, e até hj ninguém foi chamado) tbm escolheram vagas, mas isso foi só um “cala boca” para esse pessoal que, esperançoso em tomar posse para o início das aulas, planejou todo o ano de 2015 com base na escolha feita em dezembro. Muitos professores só conseguira aulas em municípios distantes dos locais onde moram e acabaram se mudando, pagando aluguel, transporte… tudo para ficar tudo certo para o ano que começa. Para a própria escolha de vagas, gastaram com transporte, hospedagem, comida…e agora o que o “Betinho” fez? Cancelou tudo… esses professores vão gastar com tudo novamente e correm o risco de não conseguir aulas nas mesmas cidades escolhidas no ano passado, e todo o gasto que tiveram até agora terá sido em vão… Esse governador não tem respeito nenhum pela educação e pelos profissionais da educação. Fazer professores de palhaços, é esse o lema desse governante mal qualificado para o cargo.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.