Brasil

Golpe que oferece dinheiro por WhatsApp faz 600 mil vítimas em 24 horas

Em menos de 24 horas, pelo menos 600 mil pessoas foram vítimas de um golpe que promete dinheiro a beneficiários do Bolsa Família pela internet. O levantamento foi feito pelo aplicativo dfndr security e foi divulgado nesta quarta-feira (25). A armadilha incentiva pessoas que já foram beneficiárias do programa e que ainda possuem o cartão a entrarem em um link para saber como sacar o valor de R$954, mas ao invés disso, acabam baixando aplicativos que podem prejudicar o smartphone.

Depois de entrar na mensagem, o usuário é levado a uma página para responder três perguntas: “Você possui o cartão bolsa família?”, “Você recebe todo mês?” e “Você conhece amigos ou parentes que recebe?”. Independentemente das respostas fornecidas, o usuário informado que precisa compartilhar o falso benefício com 10 amigos ou 10 grupos no WhatsApp.

Após o compartilhamento, o usuário é direcionado a uma página de cadastro, que o induz a baixar aplicativos que podem infectar o celular com vírus, além de deixá-lo vulnerável a outras ameaças.

“O número de brasileiros que estão acessando o golpe do Bolsa Família não para de subir. Para se ter uma ideia, a cada uma hora, estamos bloqueando mais de 40 mil tentativas de acesso à armadilha e esse número deverá crescer significativamente. Isso porque esse perfil de golpe, utilizando a popularidade do WhatsApp, tende a ganhar escala rapidamente” diz Emilio Simoni, Diretor do dfndr lab, laboratório de segurança digital.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.