AraucáriaSaúde

Fila para colocação de DIU em Araucária é de menos de 30 dias

Os métodos contraceptivos ou anticoncepcionais têm o objetivo de evitar a gravidez. Existem vários disponíveis no mercado como preservativo, pílula e anticoncepcional injetável, por exemplo. Entre os mais seguros está o DIU de cobre: um dispositivo colocado no útero que tem duração de até 10 anos. A colocação pode ser gratuita pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e em Araucária a fila de espera é de menos de 30 dias pela rede municipal.

A enfermeira e coordenadora da saúde da mulher, Priscila Berveglieri explica que qualquer mulher pode utilizar o DIU, porém essa escolha deve ser personalizada e discutida com um profissional da saúde. “É fundamental que a mulher procure a Unidade Básica de Saúde do seu bairro e converse com um profissional, que pode ser o médico ou o enfermeiro para esclarecer dúvidas e ver se esse método se encaixa no que ela espera”, comenta.

Priscila ainda explica que após essa primeira conversa já é possível solicitar o encaminhamento para a colocação do dispositivo. “A espera é de menos de um mês e o procedimento é bem tranquilo, ambulatorial, sem nenhuma intervenção cirúrgica”, pontua. Após a colocação, o DIU pode permanecer no útero por até 5 ou 10 anos, dependendo do tipo. Contudo, caso a mulher mude de ideia, ela pode solicitar a retirada do dispositivo a qualquer momento e após a remoção, o efeito contraceptivo acaba imediatamente. Ou seja, a mulher está apta para engravidar normalmente.

O que é o DIU

O DIU é um pequeno dispositivo em formato de T, que é inserido no útero. Existem duas opções do método, sendo o DIU de Cobre (oferecido pelo SUS) e o DIU Mirena. O de cobre é um método não hormonal que atua como uma barreira que impede o acesso do espermatozoide ao óvulo. Já o Mirena, tem carga hormonal.

Como é colocado

Logo após uma avaliação, na qual o profissional da saúde confirme que o DIU de cobre é o método mais indicado, a colocação é muito simples. O dispositivo é inserido no útero pelo órgão feminino. É mais indicado colocar durante o período menstrual, pois o colo do útero está mais dilatando, facilitando a inserção do dispositivo. Em relação a dor, Priscila explica que depende da sensibilidade de cada mulher. “Na maioria das situações as pacientes relatam que é somente um pequeno incômodo na hora da colocação, sem dores fortes”, detalha.

Serviço:

Para solicitar a colocação do DIU de cobre é necessário procurar a Unidade Básica de Saúde do seu bairro. Lá você também pode obter mais informações e esclarecer possíveis dúvidas a respeito do método.

SCMS Araucária

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.