BrasilEntretenimento

Evangélicos criam rede social que proíbe palavrão e beijo gay

Evangélicos brasileiros criaram uma nova rede social, chamada Face Glória, que proíbe beijo gay e palavrão e, em menos de um mês, tem mais de 100 mil usuários no Brasil. O site de relacionamentos substitui o botão “curtir” do facebook pelo botão “amém” e avalia fotos que são postadas de biquínis, que exibem cigarros e bebidas alcoólicas para decidir se elas podem permanecer na rede.

Quatro brasileiros cristãos resolveram criar o Face Glória, há três anos, por ser não gostar das publicações encontradas na rede criada por Mark Zuckerberg. “No Facebook há muita violência e pornografia, por isso pensamos em fundar uma rede em que pudéssemos falar de Deus, do amor, e compartilhar sua palavra”, afirmou o web designer Atilla Barros, em entrevista à Folha de São Paulo. Os fundadores são funcionários da prefeitura de Ferraz, em São Paulo, e tem como alvo os 42 milhões de evangélicos do país. Segundo informações da Folha, o grupo conseguiu arrecadar US$ 16 mil em doações, com a ajuda do prefeito da cidade, para projetar o esqueleto do FaceGlória.

Há uma lista negra de mais de 600 termos que não podem ser utilizados na rede, além de conteúdo violento, erótico ou fotos e vídeos de beijos entre casais homossexuais.  “Queremos ser melhores moralmente e estruturalmente que o Facebook. Descobrimos que eles já sabem que nós existimos. O que pretendemos é que todo o público evangélico brasileiro migre para o FaceGlória”, diz Barros à Folha.

Paraná Portal

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.