Paraná

Empresários da indústria do papel protestam contra preço do gás natural no Paraná

O Sinpacel-Sindicato das Indústrias de Papel, Celulose e Pasta de Madeira para Papel, Papelão e de Artefatos de Papel e Papelão do Estado do Paraná, está encabeçando junto com as empresas do setor, uma campanha para redução do custo do gás natural no estado.

de acordo com os empresários, existe um desapontamento com a situação que enfrentam as indústrias do Estado do Paraná que, segundo eles,  pagam a segunda mais alta tarifa de Gás Natural do Brasil para uso industrial. Em estudos feitos pelo setor, foi verificado que o Gás Natural custa em média 16% mais caro no Paraná do que em Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Também foi avaliado que esta diferença deve ainda aumentar significativamente já que o Paraná anunciou uma redução para o mês de julho de 10 a 15% nos preços, porém, Santa Catarina anunciou 21% de desconto.

Segundo o diretor Huhtamaki do Brasil Ltda., Daniel Winocur, a indústria Paranaense paga ainda hoje os mesmos preços vigentes em Fevereiro de 2020 quando o petróleo Brent valia 60 dólares o barril. “O mundo todo teve redução muito significativa do custo de energia por causa da crise do Covid19 e a disputa de mercado entre Arábia Saudita e Rússia. O Paraná não tomou conhecimento desta redução de preços até hoje. O Estado de São Paulo reduziu os preços do Gás Natural entre 14 e 27% durante o mês de Maio”.

Considerando os fatos, Winocur vê um total descaso das autoridades com respeito à competitividade de indústria paranaense. “Só a título de exemplo, podemos mencionar que, antes da crise atual, o preço do Milhão de BTUs no Brasil era em media 12 dólares, sendo que na Europa era de seis dólares e nos Estados Unidos entre três e quatro dólares. A situação atual é ainda mais grave”, diz o diretor.

Já o presidente do Sinpacel, Rui Gerson Brandt, fala que é muito importante deixar a indústria em condições de competir, o que irá garantirá emprego, renda e arrecadação para os habitantes do estado. “O mercado cobra mais transparência na formação de preços de produção e distribuição de gás”, encerra o presidente.

Outro lado

A reportagem entrou em contato nesta segunda-feira (22) com a assessoria da Compagás – Companhia Paranaense de Gás – e até o fechamento desta reportagem não houve retorno.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.