Paraná

Empresário que matou casal de idosos após perder mulher para o filho deles é preso na RMC

Um empresário de 50 anos, acusado de matar um casal de idosos após perder a mulher para o filho deles, foi preso na zona rural de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, durante a manhã desta quarta-feira (4). Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu em setembro do ano passado na Bahia e, desde então, Altamir José Fagundes, de 50 anos, seguia escondido na capital paranaense com a ajuda da família.

Fagundes estava em um imóvel abandonado na zona rural de Piraquara. No momento da abordagem, ele ainda chegou a sacar uma pistola contra a equipe de policiais, mas foi prontamente dominado, não tendo empresariobahiasido necessária a realização de disparo.

Ele foi preso e, além da pistola que portava (uma pistola 9 mm, a mesma utilizada para matar o casal), também tinha no interior da residência uma carabina 22, equipada com luneta e silenciador. “Por tal armamento, além do mandado de prisão que havia contra si, expedido pela Bahia, o suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de armamento de uso restrito, e ficará preso à disposição da Justiça”, contou o delegado Cristiano Quintas, da DHPP.

Para a prisão, policiais civis realizaram uma “força-tarefa” integrada pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Delegacia de Piraquara, da Delegacia de Luís Eduardo Magalhães, e do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre) conseguiram realizar a prisão.

O crime

No dia 4 de setembro de 2014, Fagundes entrou na residência do casal José Gonçalves Filho, 67 anos, e Aldeni da Silva Lopes, 58 anos, e deu vários disparos de arma de fogo contra o casal, que não teve qualquer chance de reação. O casal chegou a ser socorrido, mas ambos não suportaram os ferimentos e acabaram morrendo. Segundo se apurou, o suspeito teria tido uma desilusão amorosa, pois sua companheira o havia deixado para conviver com o filho do casal. “Enciumado, ele teria ido até a residência das vítimas à procura do filho do casal, mas não o encontrou, e mesmo assim matou os seus pais”, contou o delegado de Piraquara, Haroldo Davison.

O crime comoveu os habitantes de Luís Eduardo Magalhães-BA. O casal de idosos era muito querido na região. Diante da iminência de sua prisão, o suspeito fugiu daquele município diretamente para a Região Metropolitana de Curitiba, onde permanecia escondido com a ajuda de familiares.

Alto risco

A prisão pode ser considerada como sendo de “alto risco”, na medida em que o homem sempre alardeou que reagiria caso alguém o tentasse prendê-lo (o que de fato se confirmou, pois ele chegou a sacar a pistola, mas foi dominado). Além disso, o suspeito era habilidoso no uso de armas, pois já tinha servido o Exército e estava em poder de uma pistola 9 milímetros. “Tratava-se de local na zona rural de Piraquara, o que facilitaria a sua fuga, daí a necessidade da ‘força-tarefa’, inclusive com os policiais do Tigre, dada a complexidade da prisão”, afirmou Quintas, lembrando que quando foi preso o homem estava com R$ 3 mil em dinheiro e a habilitação do irmão falecido, provavelmente se preparando para fugir.

Polícia Civil

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.