Brasil

Empresária é denunciada por trancar empregada e deixá-la sem comida por uma semana

O Ministério Público Federal denunciou uma empresária por trabalho escravo no Rio. Ela é acusada de ter mantido uma empregada doméstica trancada na área de serviço e impedida de se alimentar por uma semana. O caso ocorreu entre dezembro de 2010 e janeiro de 2011 num apartamento de Copacabana, zona sul do Rio Outra funcionária da residência testemunhou xingamentos e condições degradantes de trabalho. A jornada se estendia das 7 horas à meia-noite, sem que fossem concedidos descanso para almoço e repouso semanal, como prevê a legislação para a categoria. Os nomes das duas foram mantidos sob sigilo pelo MPF

A doméstica contou que foi proibida de se alimentar por ter ficado doente e impossibilitada de cumprir suas funções na residência. “Se não pode trabalhar, não pode comer”, disse a patroa, segundo ela. A empregada foi impedida de circular para além da área de serviço nesse período, conforme a denúncia, e teve os dias sem trabalhar descontados do salário. A patroa impedia as duas funcionárias de se sentarem no sofá da sala para ver TV. Exigia que passassem álcool no móvel, caso o fizessem.

De acordo com a denúncia, a empregada estava trabalhando com a empresária havia três meses quando ela se mudou de Brasília para o Rio, trazendo a doméstica. As duas chegaram no dia 20 de dezembro de 2010 ao Rio. A doméstica adoeceu no dia 28 e a patroa lhe aplicou então uma “suspensão de cinco dias”.

Ainda segundo a peça, a patroa alegava que a empregada lhe devia dinheiro, por ter manchado blusas e quebrado itens da casa. Chegou a fazer ameaças à sua integridade física, dizendo que poderia contratar uma pessoa para agredi-la por R$ 50 ou matá-la por R$ 100.

O caso fora denunciado pelo Ministério Público do Estado em 2014 A Justiça Estadual remeteu a denúncia para a Justiça Federal, por causa da competência para julgar os crimes. A ação chegou ao MPF no mês passado. A denúncia, para a qual contribuíram quatro testemunhas, é assinada pelo procurador Paulo Henrique Ferreira Brito e datada de sexta-feira, 11

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.