Brasil

Em tempos de crise e preços altos, saiba como economizar energia

381818ce-8e44-43a4-af1e-ed78a333b209

O recente aumento da tarifa média da Companhia Paranaense de Energia (Copel) em 36,8%, anunciado na última sexta-feira, já entrou em vigor. Economizar energia elétrica no dia a dia é a melhor saída para evitar o impacto do aumento na conta no fim do mês. É hora de colocar em prática a gestão de energia em casa.

Entre as medidas de economia, Daniele Bagatoli, sócia da Luna Luce Iluminação e pós-graduada em Iluminação e Design de Interiores, destaca a troca de lâmpadas comuns por versões com tecnologia LED. “Hoje em dia é possível encontrar lâmpadas de LED nos mais diversos formados, modelos de encaixe e cores de luz. Elas chegam a ser 98% mais econômicas que as lâmpadas incandescentes e halógenas, conhecidas por gastar muita energia. Também são mais vantajosas que as fluorescentes”, explica a especialista.

Outra alternativa é a utilização de temporizadores ou sensores de presença em áreas de passagem. “Corredores, escadas, caminhos em quintais, todos esses locais precisam ser iluminados somente quando alguém passa por eles. Já áreas onde a iluminação ajuda na segurança, a instalação de fotocélulas garante que as luzes acendam quando escurecer e apaguem quando amanhecer”, acrescenta Daniele. Quem quiser ainda, pode instalar dimmers, aparelhos que controlam a intensidade da luz, no local dos interruptores comuns.

A utilização de luz natural também garante economia na conta. “Muita gente nem percebe, mas trabalha com as janelas fechadas e a luz acesa. O simples ato de abrir as cortinas permite a entrada de luz natural e gratuita. Ambientes com paredes e tetos em cores claras são os que mais se beneficiam da luz do dia, pois refletem e espalham a luminosidade por todo o espaço”, completa a designer. Para usufruir da luz natural no dia a dia, coloque mesas de trabalho e de leitura próximas a janelas.

GESTÃO DE ILUMINAÇÃO EM ALTA
Com o aumento no preço da tarifa de energia, empresas correm atrás da eficientização energética para reduzir custos, o que tem aquecido os negócios na Celena. A procura corporativa por projetos luminotécnicos de gestão em iluminação aumentou em 50% neste começo de ano e a expectativa da empresa é crescer 100% até dezembro.

Os segmentos que mais interessados são os que utilizam iluminação artificial por mais tempo e possuem custos elevados de manutenção, como: prefeituras, indústrias, escolas, hospitais, hotéis etc.

O diretor executivo da Celena, Ricardo Cricci, esclarece que um projeto de retrofit de iluminação pode reduzir o gasto com energia entre 50% e 75%, o que depende da tecnologia que o LED irá substituir. Com um aumento médio do custo de energia de 45,7% para a indústria e o comércio, a simples troca da iluminação incandescente por LED pode inverter este impacto do reajuste na opinião de Cricci, “eliminando o efeito do aumento e ainda propiciando uma redução de custo de até 25%. No caso da troca de lâmpada fluorescente por LED, o impacto previsto é de manter o gasto, como se não tivesse tido reajuste”.

A iluminação pode ter um impacto de até 25% sobre a conta de energia elétrica, dependendo do segmento. Reduzir os efeitos deste reajuste torna-se imperioso para garantir o diferencial competitivo em muitos setores. Como fazer isso, sem onerar os recursos é parte do negócio da Celena. Os estudos de viabilidade apontam as áreas que necessitam de retrofit, o investimento necessário e tempo de retorno do mesmo, que pode ser pago com a economia propiciada.


OUTRAS MEDIDAS PARA ECONOMIZAR ENERGIA

– Acumular roupas para lavar e também para passar. Passe e lave as roupas de uma vez só
– Substitua aparelhos antigos que gastam mais energia (eletroeletrônicos)
– Nos dias quentes, colocar o chuveiro na posição “verão” (o consumo será cerca de 30% menor)
– Limpar periodicamente os orifícios de saída de água do chuveiro
– Tomar banhos mais rápidos e desligar a torneira ao se ensaboar
– Nunca reaproveitar uma resistência queimada. Isso provoca o aumento do consumo e coloca em risco a segurança do usuário
– Instalar a geladeira em local bem ventilado, não encostada em paredes ou móveis, longe de raios solares e fontes de calor, como fogões e estufas
– Nunca colocar alimentos quentes na geladeira e não forrar as prateleiras da geladeira
– Não deixar a porta da geladeira aberta por muito tempo e não se esquecer de manter as borrachas de vedação da porta em bom estado
– Não dormir com a televisão ligada
– Não usar benjamins (peça para ligar vários aparelhos a uma só tomada)

Bem Paraná

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.