Redação

Educação do Paraná tem a maior evolução desde 2005

Desde 2005 o Paraná não experimentava uma evolução tão grande na avaliação da qualidade do ensino público, conforme mostra o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). No Ensino Médio, a nota estadual teve a alta mais expressiva do Brasil, de 0,7. Com o avanço histórico, Estado saiu do sétimo para o quarto lugar no ranking de escolas públicas.

Nos Anos Finais do Ensino Fundamental (6o. ao 9o. Ano), a nota da rede estadual também obteve o maior crescimento absoluto do País (0,5). Assim, o sistema paranaense sai do sétimo para o terceiro lugar na classificação nacional divulgada nesta terça-feira (15) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

Os dados mostram que o desempenho das turmas do 6o ao 9o Ano fez a nota do Paraná subir de 4,6 (2017) para 5,1 (2019). São Paulo e Goiás, obtiveram 5,2. No Ensino Médio a evolução foi de 3,7 para 4,4. Com o salto, o Paraná fica com a mesma nota de Pernambuco e próximo de Goiás (4,7) e Espírito Santo (4,6).

CONDIÇÕES – “O desempenho obtido pelos nossos alunos demonstra o esforço do governo para criar as condições de evolução do sistema de educação do Estado”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “A nota do ensino médio, com alta de 0,7, representa o maior avanço de todos os tempos no Brasil na avaliação desta fase do ensino”, ressalta ele.

Nos Anos Finais do Ensino Fundamental, o resultado das provas do IDEB coloca o Paraná entre os seis únicos estados a alcançar a projeção de evolução estabelecida pelo Inep para 2019. Tanto nesta etapa quanto no Ensino Médio, a performance das turmas reduziu a diferença de desempenho da rede pública para a rede privada.

TODO ESTADO – O IDEB de 2019 mostra que colégios de 90% dos municípios do Paraná alcançaram alta no desempenho de alunos do Ensino Médio. Das 399 cidades do Estado, houve melhora na nota em 359 cidades. Destas, 336 (80%) atingiram a meta estipulada pelo INEP. A qualidade do ensino evoluiu também entre os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental. Houve alta em 336 municípios, e 140 atingiram a meta projetada.

INOVAÇÃO – O secretário estadual da Educação e do Esporte, Renato Feder, destaca que o IDEB reflete políticas inovadoras de ensino que o Paraná vem adotando nos últimos dois anos. Ele destaca iniciativas com o Prova Paraná, Presente na Escola, Tutoria Pedagógica e Mais Aprendizagem.

“Além de novas ferramentas, temos que ressaltar o empenho e o envolvimento do quadro de professores e profissionais do magistério”, afirma Renato Feder. “É o conjunto de ações que traz resultados tão expressivos como o que estamos vivenciando”, destaca o secretário.

FUNDAMENTAL I – O IDEB mostra ainda a evolução do ensino fundamental nos anos iniciais, da 1a. até a 5a. séries. Nesta área, o desempenho das turmas de escolas públicas colocou o Paraná em primeiro lugar no ranking brasileiro. Em 2017, o Estado estava na quinta posição. A nota na atual avaliação é 0,4 maior do que na rede privada de ensino.

AEN

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.