Araucária

É LEI: Impedir ou atrapalhar a circulação de pessoas nas calçadas pode resultar em multa

A calçada é um espaço público e, por lei, a circulação de pessoas não pode ser atrapalhada ou impedida; salvo situações em que há autorização. Cavaletes e outros itens de  propaganda (incluindo wind banners e infláveis), materiais de construção (bem como montar canteiros de obras), entulhos e podas de árvores/jardim, decks e muretas são alguns do exemplos de itens que podem obstruir/atrapalhar a circulação nas calçadas. O responsável pode ser notificado pela fiscalização e, caso não resolva, receber multa.

O Código de Posturas de Araucária (lei complementar 23/2020), no artigo 61, prevê que “é proibido embaraçar ou impedir, por qualquer meio, o livre trânsito de pedestres ou de veículos nas ruas, praças, calçadas e passeios, exceto para efeito de obras públicas devidamente autorizadas, por determinação policial ou por meio de autorização do órgão municipal de trânsito”. Já o artigo 96 do mesmo código de posturas destaca que “não é permitido utilizar passeios, muros, paredes, canteiros, jardinete e similares para exposição de produtos, ou cartazes de propaganda ou promoção de vendas”.

Denúncias podem ser encaminhadas para a Prefeitura (Secretaria de Urbanismo) pelo telefone/WhatsApp: 3614-1450.


SAIBA MAIS: Código de Posturas do Município de Araucária – CLIQUE AQUI

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.