Polícia

Duas pessoas suspeitas de vender remédios abortivos importados do Paraguai são presas no Paraná

A Polícia Civil prendeu preventivamente duas pessoas suspeitas de vender remédios abortivos, nesta quinta-feira (22). As prisões ocorreram em Curitiba e em Foz do Iguaçu, região Oeste do Estado. Outros quatro mandados de busca e apreensão também foram cumpridos na ação. Durante as buscas, em endereços relacionados aos suspeitos, os policiais civis apreenderam documentos e objetos de valor, como relógios e óculos.

As investigações foram iniciadas há pouco menos de um mês e já retirou 105 comprimidos de circulação, segundo a polícia. Também foi apurado ainda que os suspeitos importavam os remédios do Paraguai e enviavam os medicamentos de Foz de Iguaçu para Curitiba, em objetos como panelas elétricas e pesos para segurar portas.

A Polícia Civil informou que trabalha agora para apurar como era realizada a venda do remédio abortivo e identificar demais pessoas envolvidas. O homem e a mulher presos na ação irão responde por importação e venda de produtos destinados a fins terapêuticos.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.