Política

Documentos mostram relação entre Lula e empreiteiros presos na Lava Jato

Documentos apreendidos na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, apontam relação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com os executivos envolvidos na investigação.  Lula era chamado de “Brahma” pelos diretores da OAS, ele defendia seus interesses no exterior em viagens patrocinadas por empresários. As informações são dos jornalistas Graciliano Rocha e Catia Seabra, da Folha de S.Paulo. 

Durante um seminário em Lima, em junho de 2013, o ex-presidente foi até o presidente do Peru, Ollanta Humala, sugerindo aliança com o empresariado. A delegação formada por executivos da OAS, Camargo Corrêa, Odebrecht e Andrade Gutierrez, além de empresas como Embraer e Eletrobras, viajou à Colômbia e ao Equador após sair do Peru, ainda de acordo com a Folha de S.Paulo. Lula fez nova viagem sob o patrocínio empresarial cinco meses depois. Conversas capturadas em celulares indicam que a OAS deixou um avião à disposição do ex-presidente para ele viajasse ao chile e ainda ajudou a definir sua agenda em Santiago.

Paraná Portal

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.