Brasil

Dilma lança terceira fase do Minha Casa, Minha Vida

Quase dois anos depois do primeiro anúncio da fase três do Minha Casa Minha Vida, o governo prepara o lançamento da nova etapa do programa – promessa de reeleição da presidente Dilma Rousseff – para a quarta-feira da próxima semana. O Planalto aposta na cerimônia como agenda positiva em meio ao acirramento do processo de impeachment da presidente.

A terceira etapa terá novidades em relação à forma como são selecionados os beneficiários de uma das principais vitrines da gestão PT. Será criado um site que reunirá todo o cadastro dos interessados em participar do programa. O envio das informações cadastrais das pessoas que querem subsídios do governo para moradia será feito nessa plataforma diretamente ou pelas prefeituras.

Atualmente, as prefeituras são responsáveis por todo o processo de seleção dos beneficiários mais carentes do programa, de acordo com critérios impostos pelo governo federal e outras exigências que as administrações podem colocar. Depois de selecionados, as prefeituras mandam os dados para a Caixa. O governo federal não participa dessa seleção, o que deve mudar. Com a plataforma, a partir dos dados informados pelas prefeituras, os interessados que se enquadrarem nos critérios serão selecionados automaticamente.

Quase dois anos depois do primeiro anúncio da fase três do Minha Casa Minha Vida, o governo prepara o lançamento da nova etapa do programa – promessa de reeleição da presidente Dilma Rousseff – para a quarta-feira da próxima semana. O Planalto aposta na cerimônia como agenda positiva em meio ao acirramento do processo de impeachment da presidente.

A terceira etapa terá novidades em relação à forma como são selecionados os beneficiários de uma das principais vitrines da gestão PT. Será criado um site que reunirá todo o cadastro dos interessados em participar do programa. O envio das informações cadastrais das pessoas que querem subsídios do governo para moradia será feito nessa plataforma diretamente ou pelas prefeituras.

Atualmente, as prefeituras são responsáveis por todo o processo de seleção dos beneficiários mais carentes do programa, de acordo com critérios impostos pelo governo federal e outras exigências que as administrações podem colocar. Depois de selecionados, as prefeituras mandam os dados para a Caixa. O governo federal não participa dessa seleção, o que deve mudar. Com a plataforma, a partir dos dados informados pelas prefeituras, os interessados que se enquadrarem nos critérios serão selecionados automaticamente.

 

Estadão Conteúdo

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.