Brasil

Damares diz que país precisará ser reconstruído após pandemia

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse hoje (15) que o país precisará ser reconstruído após a pandemia de covid-19. De acordo com a ministra, milhões de mulheres vão sair desse período desempregadas, principalmente as que chefiam famílias.

“Não teremos mais um novo normal após a pandemia. Teremos sim de fazer a reconstrução do país. Temos hoje milhões de mulheres desempregadas e que vão sair desta pandemia ainda mais desamparadas e precisando de ajuda”, disse. 

As declarações de Damares foram feitas em cerimônia virtual da entrega de máscaras pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e pelo Ministério da Mulher à Sociedade São Vicente de Paulo.

“Tivemos um aumento de divórcios e suicídios em todo o mundo durante a quarentena. E todos nós, inclusive a ACSP, teremos de encarar muitos desafios de recuperar estas pessoas, principalmente as mulheres que chefiam suas famílias. Esta é a maior marca do governo Bolsonaro e seu maior investimento: salvar vidas”, acrescentou a ministra.

Hoje, o Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC) da ACSP, em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, entregou 10 mil máscaras de proteção, álcool gel e 300 quilos de alimentos à Sociedade São Vicente de Paulo.

Agência Brasil

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.