Curitiba

Curitiba confirma ‘lockdown’ aos domingos; cidades da RMC adiam decisão para a semana que vem

Decreto publicado nesta sexta-feira (4), em Curitiba, confirmou a realização de ‘lockdown’ aos domingos em uma nova tentativa de conter a alta expressiva do novo coronavírus. O anúncio acontece logo após a capital paranaense confirmar novo recorde de infecções, com 1.753 novos casos de Covid-19.

A confirmação ocorreu durante reunião do Fórum Metropolitano de Combate à Covid-19. Durante o encontro virtual, os prefeitos metropolitanos admitiram que momento é delicado, mas lembraram que a abertura pode evitar aglomerações em outros dias das semanas. Não está descartado, porém, uma mudança de entendimento por parte das prefeituras a partir da próxima segunda-feira (7).

De acordo com o presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) e prefeito de Fazenda Rio Grande, Marcio Wozniack, os administradores metropolitanos disseram que nesse momento o melhor caminho é ampliar o horário de atendimento. “Foi entendido por todos que, levando em conta Natal, décimo terceiro e a movimentação de fim de ano, é mais interessante manter o comércio espaçadamente mais tempo aberto, do que fechar no domingo”, explicou.

No encontro, a secretária municipal de Curitiba, Márcia Huçulak, apresentou dados técnicos aos prefeitos ao justificar a medida restritiva. Na noite de quinta-feira (3), a Prefeitura confirmou a renovação do decreto de bandeira laranja. Segundo a normativa, bares, casas noturnas e atividades correlatas seguem com a atividade suspensa, bem como a realização de eventos. “As confraternizações devem se restringir a pessoas do mesmo grupo familiar, que residam no mesmo domicílio”, diz o decreto.

Legalidade

À Banda B, Wozniack também lembrou da dificuldade que cidades menores possuem para editar decretos de última hora. “Se a gente tomasse uma decisão de fechar o comércio, nós teríamos uma dificuldade muito grande de movimentar a estrutura jurídica. Muitos municípios só conseguem fazer isso na segunda-feira, então não teríamos tempo hábil para ter uma legalidade com efeito agora”, disse.

Fiscalização

Vale lembrar que decreto do Governo do Estado reforça a fiscalização que dará apoio integral às ações determinadas pela associação. A intenção é intensificar a fiscalização por meio da Polícia Militar e autoridades sanitárias com foco em evitar aglomerações e festas clandestinas. O toque de recolher, que proíbe a comercialização e o consumo em vias e espaços públicos de bebidas alcoólicas das 23 horas às 5 horas é válido para todo o Paraná.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.