AraucáriaSaúde

COVID-19: Mais de 50 casos de suposta reinfecção em Araucária estão em análise; possibilidade reforça continuidade do uso da máscara

A Secretaria Municipal de Saúde de Araucária já encaminhou para análise da Secretaria de Estado da Saúde (SESA-PR) mais de 50 situações de moradores com novo teste positivo (RT-PCR) para o novo coronavírus meses após serem considerados como curados da infecção. Embora seja algo raro (o Brasil reconhece apenas um caso até o momento), a possibilidade de reinfecção é real e levanta o alerta para a importância de pessoas que já foram consideradas curadas mantenham as medidas preventivas de saúde; incluindo o uso obrigatório de máscara.

Dentro do que prevê a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), o Ministério da Saúde e a SESA-PR, Araucária considera como suspeito o caso de pessoas que, após 90 dias da 1ª infecção, voltaram a apresentar sintomas e um novo teste RT-PCR confirmou um novo ‘positivo’. A ocorrência de um segundo teste positivo de Covid-19, em si, não é comprovação de uma reinfecção. A validação se é ou não uma reinfecção depende da avaliação criteriosa da SESA-PR e do Ministério da Saúde.

Estudos científicos apontam que há pacientes que desenvolvem proteção (imunidade) contra a Covid-19 após a 1ª infecção. Mas não há nada cientificamente comprovado sobre o tempo de duração dessa proteção. Pior: há quem simplesmente não desenvolve essa imunidade do organismo e, com isso, poderia ficar vulnerável novamente à infecção. Portanto, a história de que quem já teve Covid-19 não precisa mais se preocupar com as medidas de prevenção (incluindo o uso obrigatório de máscara) não se comprova cientificamente. Este boato pode colocar a saúde (e a vida) dessas pessoas em risco.

Quem se protege sabe que isso diminui muito o risco de infecção de Covid-19. Essa é a única preocupação que cada pessoa precisa ter. Independente se a pessoa teve ou não Covid-19, o uso de máscara continua sendo obrigatório. Há ainda a necessidade de se respeitar o distanciamento entre as pessoas e a higiene frequente das mãos. Os benefícios dessas medidas de prevenção são cientificamente comprovados e são fundamentais para a saúde coletiva.

RESUMO: Araucária não possui nenhum caso confirmado de reinfecção por Covid-19 até o momento. Mas Araucária possui mais de 50 situações consideradas suspeitas que serão devidamente analisadas pela SESA-PR e Ministério da Saúde. Situações suspeitas estão sendo registradas em todos os cantos do mundo. Até o momento, esses casos comprovados de reinfecção são poucos no mundo; e apenas um no Brasil.

SCMS Araucária

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.