Saúde

COVID-19: 15 lembretes importantes pra não cair em boatos ou fake news

Em meio a tantas informações recebidas sobre a Covid-19, é comum que as pessoas se sintam confusas sobre em quem confiar. Os lembretes a seguir pontuam várias dessas questões comuns e levam em conta estudos científicos sérios, além de órgãos nacionais e internacionais de saúde.

 
01 – A pandemia continua. E as medidas de combate só terão efeito desejado com a colaboração dos moradores.

02 – A máscara continua sendo de uso obrigatório para todos; inclusive para quem já teve Covid-19. A obrigatoriedade se estende a espaços de uso coletivo ao ar livre: como ruas e parques. O item precisa ser utilizado de maneira correta: com nariz e boca cobertos.

03 – O uso da máscara, a higienização frequente das mãos e o distanciamento social são, cientificamente comprovados, como medidas que possuem efeito no combate à Covid-19.

04 – As medidas de prevenção devem valer também dentro de casa, entre familiares. Encontros e visitas devem ser evitados.

05 – O vírus pode chegar por meio de alguém de aparência saudável e sem qualquer sintoma (assintomático): amigo, colega de trabalho, familiar… Por isso a necessidade de que todos respeitem as medidas de prevenção (máscara, distanciamento…).

06 – Fake news são notícias que, intencionalmente, distorcem os fatos e são pensadas para que as pessoas possam concordar. Elas têm o poder de dizer o que muitas pessoas querem ler/ouvir. Por isso fica fácil se iludir que a informação distorcida representa a realidade.

07 – Uma das estratégias das fake news é gerar dúvidas ou medo. A divulgação de relatos, notícias, pesquisas de fontes que não existem ou que não tem credibilidade são comuns nessas situações. E elas sempre vão tentar mostrar que, supostamente, tem algo que não querem que a pessoa saiba sobre o assunto; como se a informação falsa estivesse mostrando uma verdade que tentam esconder.

08 – É comum também que as fake news sejam ricas em detalhes, em uma tentativa de se criar maior veracidade. Elas se aproveitam do fato que muitas pessoas não vão pesquisar se o médico ‘X’ existe ou se a universidade ‘Y’ realmente fez a pesquisa citada ou se a situação descrita realmente ocorreu. Não basta apenas pesquisar na internet; é preciso saber escolher sites mais confiáveis para se informar.

09 – Não espere que a pessoa conhecida (um familiar, por exemplo) que repassou a informação tenha confirmado se ela é real ou não. Muitas pessoas compartilham uma fake news apenas porque concordam e gostariam que fossem real.

10 – Até o momento, não existe medicamento específico para a Covid-19. O que existe são medicamentos utilizados para o tratamento dos sintomas relacionados à infecção. Se há promessa de cura ou ‘prevenção’ tem algo errado.

11 – Soluções caseiras para ‘curar’ da Covid-19 são enganação, já que não há comprovação científica de que algum alimento, bebida ou até remédios (vermífugos, por exemplo) que se tem em casa apresente efeito de cura.

12 – Fazer uso de produtos que os boatos tratam como ‘preventivos’ ou que teriam efeitos quase ‘milagrosos’ pode colocar a saúde das pessoas em risco. Desconfie sempre.

13 – A divulgação de informações falsas também tem buscado desqualificar as pesquisas de vacinas para combater a Covid-19. As vacinas são aprovadas seguindo critérios científicos rigorosos. São os cientistas que têm o conhecimento e a responsabilidade para definir sobre sua eficácia.

14 – Campanhas de vacinação não são período de teste. A vacinação em massa só ocorre quando as vacinas já tiveram sua eficiência cientificamente comprovada e já houve uma criteriosa avaliação sobre sua reação no organismo humano. Se há campanha de vacinação é porque a vacina é, do ponto de vista científico, considerada segura.

15 – Informe-se com que tem conhecimento para responder sobre o assunto. Para esclarecer qualquer dúvida sobre a Covid-19 (como os sintomas suspeitos), entre em contato com o Disk Corona de Araucária pelo 0800-642-5250. O atendimento telefônico, que conta com profissionais de saúde, funciona todos os dias, das 7 horas às 19 horas.

SCMS Araucária

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.