Paraná

Contra reajuste da tarifa, internautas criam evento: “Se aumentar, Curitiba vai parar”

10247199_811152658956200_3681178415234786321_n

Menos de um dia após o anúncio de que passagem de ônibus deve sofrer reajuste a partir do mês de fevereiro, internautas de Curitiba organizam um evento para protestar contra o provável aumento. Denominado “Se a passagem aumentar, a cidade vai parar!”, o evento já conta com quase sete mil internautas confirmados e outros 27 mil convidados.

Segundo o anúncio do prefeito Gustavo Fruet, a Urbs e a Coordenação da Região Metropolitana (Comec) vêm estudando medidas a partir do rombo que o sistema enfrenta no atual momento e as tarifas podem ser diferenciadas na capital e demais cidades da rede. “Hoje a tarifa técnica pode ficar entre R$ 3,60 e R$ 3,80, então estamos verificando o que é melhor para a população de Curitiba. Como o Governo do Estado alega não ter condições para cobrir a diferença, então podemos sim ter de duas a três tarifas na região”, afirmou. A tarifa técnica não necessariamente significa que este seria o valor repassado ao usuário.

De acordo com a descrição do evento, a quantia é “absurda” considerando os altos impostos que pagamos e o próprio valor da tarifa, que é o suficiente pra pagar todos os gastos. “Motoristas e cobradores com salários atrasados, greve que prejudicou todos os trabalhadores e agora o aumento da passagem. Chega de palhaçada, vamos às ruas protestar”, diz a descrição.

O evento está marcado para a próxima segunda-feira, dia 2. O local deve ser definido em reunião da Frente de Luta pelo Transporte amanhã, na Praça Santos Andrade.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.