Brasil

Comando nacional orienta pelo fim da greve de servidores do INSS

O comando nacional de greve do servidores da Previdência Social aprovou na noite desta quinta-feira (24) a suspensão da greve da categoria, que completou 80 dias. Os estados farão assembleias individuais e a tendência é que todos sigam o indicativo do comando nacional. No Paraná, a votação está marcada para as 13 horas desta sexta-feira (25).

Nesta quinta, um dos diretores do Sindicato dos Servidores Públicos Federais em Saúde, Trabalho Previdência Social e Ação Social do Paraná (Sindprevs), Nelson Malinowski, já havia adiantado que a possibilidade de que os servidores do estado voltem ao trabalho é grande. Nesta sexta, Jaqueline Mendes de Gusmão, também do sindicato, declarou que, apesar da orientação, o clima ainda é de incerteza.

“A assembleia é soberana e vamos fazer o que ali for votado. Eu não me arrisco a prever o resultado da assembleia, mas, é claro que a tendência está voltada para isso [fim da greve]”, disse.

O Sindprevs estima que desde o início da paralisação, que tem cerca de 90% de adesão dos servidores, 200 mil pessoas tenham deixado de ser atendidas em todo o Paraná. Procurado, o Ministério da Previdência Social disse que não tem informações regionais sobre o impacto da greve nos atendimentos.

Nova proposta

Os funcionários aceitaram a proposta de reajuste de 10,8%, sendo a primeira parcela de 5,5%, em 1º de agosto de 2016, e a segunda de 5%, em 1º de janeiro de 2017. O acordo com o governo prevê a devolução dos valores descontados dos servidores durante a greve.

A reposição dos trabalhos que deixaram de ser feitos durante a paralisação será feita na jornada normal dos servidores. A primeira proposta apresentada pelo governo impunha a reposição fora do horário normal e com jornada estendida.

No Paraná, conforme Malinowski, na retomada dos trabalhos os servidores deverão dar prioridade a serviços como licença maternidade, pensão por morte e aposentadoria de pessoas desempregadas. Eles devem trabalhar em mutirão para que boa parte das pendências possa ser resolvida até dezembro. De acordo com o Sindprevs, pedidos para dar entrada em processos de aposentadoria só devem reagendados para 2016.

 

 

Gazeta do Povo

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.