EntretenimentoParaná

Com calor insuportável em Curitiba, donos de bares comemoram faturamento recorde

“Tá calor, mas tá muito calor mesmo!!” Você certamente tem ouvido isso centenas de vezes durante o dia em Curitiba. O que seria mais chato: o calor ou essa frase? Bom, tema para outra discussão. O fato é que o mês de janeiro tem sido o mais quente das últimas décadas e sair do trabalho para ficar dentro de casa novamente muitas vezes é inviável. Por isso, uma boa opção, mesmo em dias de semana, tem sido os bares espalhados por Curitiba.

E com tanto calor, o presidente da Abrabar (Associação de Bares e Casas Noturnas), Fábio Aguayo, confirmou que janeiro tem sido de recorde de faturamento para bares e restaurantes, com um aumento de 70% no movimento e 40% no faturamento. “Esse verão tem sido recorde de venda e movimento. Os bares com uso compartilhado de calçada têm trazido uma nova tendência, o que vem atraindo ainda mais clientes”, descreveu.

Agora para ir a um bar tomar aquela gelada é preciso ter consciência de que se vai voltar. Beber e dirigir é um erro que pode destruir vidas, além de sanções relacionadas ao trânsito, em casos de fiscalização. O presidente da Abrabar explica que os clientes estão sim mais conscientes, utilizando de táxis e aplicativos de carona. “Essa nova clientela tem usado da consciência. As pessoas têm utilizado mais aplicativo. Essa combinação dá mais resultado aos estabelecimentos.

Uma cliente de 33 anos, frequentadora de um bar no Largo da Ordem, que não quis se identificar por motivos pessoais, afirmou que não tem como não buscar um local para se refrescar. “Trabalho o dia inteiro em um calor infernal, com um ventilador horrível, então tenho que vir aqui para tomar um choppinho”, disse.

Tereza Cristina, de 35 anos, dona de um bar no Largo, diz que o calor está sendo ótimo. “Ahhh, está muito bom para os bares. Pessoal tem vindo, pedindo uma porção e especialmente cerveja e drinks”, contou.

Previsão do tempo

Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), o calorão só deve dar uma trégua entre o sábado (2) e domingo (3), quando há o avanço de uma frente fria pelo Sul do país, que aumenta a chance de chuvas e não deixa as temperaturas subirem tanto.

A previsão é de que, em Curitiba, no fim de semana, os termômetros fiquem entre 17°C e 20°c – ou seja, a mínima dos dias atuais se tornará a máxima. Para fevereiro, a expectativa é de que haja mais chuvas na capital, com menos dias seguidos de temperaturas elevadas.

 

Banda B- 01/02/2019

 

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.