CuritibaEducação

Com aulas suspensas, estudantes da PUC-PR se mobilizam para pedir descontos nas mensalidades

Mesmo com as aulas presenciais suspensas por conta do coronavírus, diversas instituições de ensino continuam cobrando as mensalidades dos alunos durante esse período. É o caso da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) e por isso diversos estudantes estão cobrando mais diálogo com a Reitoria para chegarem a um acordo sobre o pedido de redução nos valores pagos mensalmente à universidade.

João Victor Dias, estudante de História da PUC-PR, precisou trancar o curso após não conseguir negociar uma redução na mensalidade, especialmente no momento em que sua mãe teve uma perda significativa de salário.

Lucas Miguel Gonçalves, estudante do curso de Filosofia e presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) – entidade de representação máxima dos estudantes – contou que dois ofícios já foram entregues à universidade com as assinaturas de cerca de 40 entidades estudantis.

O ofício pede a redução dos valores cobrados e a faculdade teria respondido depois de algumas semanas com uma cédula de flexibilização de mensalidades. Por meio dessa cédula, os estudantes poderiam entrar em contato e parcelar as mensalidades atrasadas em até 10 vezes.

“Essa medida não tem ajudando os alunos, muito pelo contrário. E, a partir disso, demos início a uma campanha de redução”, disse Lucas.

Seguindo o mesmo posicionamento, João Victor também alega que esse modelo só tem endividado os estudantes. Ele ainda relata que tem economizado em tudo depois que o salário de sua mãe foi reduzido e sua pensão também. “Estamos muito apertados, economizamos em tudo e uma delas teve de ser na faculdade. Vamos esperar a redução e a normalização da economia para ver se consigo voltar ao curso”, afirmou.

Além disso, o presidente do DCE ressaltou que João Victor faz parte dos cerca de 30% de alunos que acabaram trancando alguma disciplina ou o curso para reduzir os gastos durante a pandemia.

“Estamos tentando dialogar com a Reitoria por meio de ofícios e reuniões, alegando que deveríamos ter redução nas mensalidades, mas chegamos a um ponto em que não estamos tendo retornos positivos. Então nós, como movimento estudantil, iniciamos a campanha como mais uma alternativa de buscar uma conversa e sermos ouvidos antes de tomarmos medidas mais rigorosas”, informou Lucas.

A reportagem entrou em contato com a PUC-PR, que não retornou com uma resposta sobre o assunto até a publicação desta reportagem.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.