Araucária

Cohab Araucária registra forte redução de inadimplência e aumento de receita em 2017

O trabalho intenso com a comunidade realizado pela Companhia Municipal de Habitação de Araucária trouxe grandes resultados em 2017. A redução do número de inadimplência e o aumento da receita da Companhia são algumas das consequências dessas ações. Em alguns casos, integrantes da Cohab foram de porta em porta conversar com mutuários e se colocaram à disposição para auxiliá-los na regularização das pendências junto à Companhia.

Em dezembro de 2016, a inadimplência estava em R$ 1,2 milhão. Com ações como a entrega de cartas em mãos aos mutuários inadimplentes há mais tempo, a Companhia chega a dezembro de 2017 com inadimplência em R$ 588 mil; uma redução de 53% em relação ao ano anterior.

O número de novos contratos saltou de 17 em 2016 para 41 em 2017. Há que se destacar o esforço da equipe da Cohab em regularizar a situação de pessoas que ocupavam o imóvel há muitos anos sem ter contrato. Dois mutuários moravam em um imóvel há mais de 20 anos sem contrato. Outros 14 que assinaram contrato neste ano viviam há mais de 10 anos em imóveis sem contrato. A regularização dessas situações é importante porque dá mais segurança aos moradores e, como os mutuários passam a pagar para o imóvel, a Cohab passa a ampliar sua receita para a aquisição de novos imóveis, o que beneficia outras pessoas que querem ter uma casa.

Já as repactuações saltaram de 51 para 162 do ano passado para este. A equipe da Cohab tem recebido os mutuários que precisam ajustar, por exemplo, as parcelas para que possam continuar a pagar em dia pelo imóvel (o valor final contratado não muda).

Redução de despesas – Além da redução da inadimplência e do aumento de contratos, outro fator importante para a Cohab em 2017 foi o corte de despesas. A mudança do endereço da Companhia resultou em 77% de economia no valor do aluguel. De R$ 8.600, o aluguel passou para R$ 2.000 (sem falar na economia de energia, telefone fixo e água).

O contrato de suporte técnico para contabilidade pública não foi renovado; o que representou uma economia de R$ 8.500 ao mês para a Companhia. Um dos três veículos utilizados também foi devolvido e houve economia de combustível. O gasto com telefonemas de diretores e funcionários teve redução de 26% graças ao cancelamento de celulares corporativos. A Cohab também reduziu em 46% os custos com estagiários, deixando apenas a quantidade necessária.

Mas talvez a maior economia tenha sido a de gastos com cobrança judicial. De acordo com a Cohab Araucária, a decisão de ir pessoalmente ao encontro dos mutuários para conversar sobre a inadimplência evitou a necessidade dos custos de cartas de cobrança e de tramitação judicial. Há estimativa de que o contato próximo, em vez do processo judicial, gerou economia de mais de R$ 113 mil em 2017.

A Coahb Araucaria fica à rua Dr. Bruno Cichon, 190 – Centro. Mais informações: (41) 3031-3939.

 

SMCS

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.