Paraná

Casal homoafetivo que aplica golpes em pessoas com saúde debilitada e usa dinheiro para ir à Europa é preso

Um casal homoafetivo de cabeleireiros, de 34 e 35 anos, foi preso suspeito de aplicar golpes em pelo menos duas pessoas que estavam com a saúde extremamente debilitada, em Curitiba. Donos de um salão de beleza do bairro Cristo Rei, eles seduziam e enganavam as vítimas para garantir o reconhecimento de uma suposta união estável. Com documentos fraudulentos, os dois garantiam a comunhão total de bens, para posteriormente tomar todos os pertences da vítima.

Entre as vítimas reconhecidas, está um homem de 30 anos, que morreu vítima de câncer apenas nove dias após o reconhecimento da união estável. Porém, a Polícia Civil chegou até eles graças ao suposto desaparecimento de um idoso de 75 anos, que na verdade estava internado a mando do casal em um lar para idosos.

De acordo com o delegado Guilherme Dias, o idoso foi internado dois dias após o reconhecimento da união estável e o casal ofereceu o dobro da mensalidade para não ser “incomodado” com nada em relação a ele. “Os vizinhos começaram a questionar o motivo do sumiço e tentaram verificar o que havia acontecido. Pelo que as investigações mostram, esse idoso teve todo o dinheiro tirado dele e o veículo foi transferido. Sem nenhuma vontade, ele ainda foi internado neste lugar e nunca sequer teve uma visita dos golpistas”, explicou.

Apenas com o idoso, o golpe chega a quase R$ 1 milhão, entre imóveis, automóveis e dinheiro retirado de contas bancárias.

Com os valores em mãos, o casal viajou para Paris e Veneza, além de comprar imóveis como forma de lavar o dinheiro. Para o fim do ano, já estava prevista ainda uma viagem para Madrid e Milão.

Com a divulgação dos casos, a Delegacia de Estelionato espera encontrar mais vítimas do casal de golpistas.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.