Paraná

Cadela é morta e esquartejada após ‘roubar’ pedaço de carne na RMC

Uma cadela foi morta e esquartejada após ‘roubar’ um pedaço de carne em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com publicação do Grupo Força Animal feita nesta quarta-feira (23), a situação aconteceu na Rua Ângelo Sgarbe, no bairro Borda do Campo. A cabeça da cadela chegou a ser colocada dentro de uma mala separada do corpo.

De acordo com uma das representantes do grupo, Danielly Savi, a cachorrinha era comunitária e muito querida pelos moradores da região. “Sempre recebemos pedidos de ajuda e esse chegou até nós ontem, após o corpo ser encontrado. Infelizmente as pessoas ali apenas informaram que a cadela teria pegado esse pedaço de carne de um grupo de usuário de drogas”, disse.

O grupo pretende formalizar nesta quinta-feira (24) o boletim de ocorrência na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, mas Danielly diz que o grupo já não espera muito da investigação. “Já registramos alguns casos, mas em todos o agressor continua em casa sem ser punido”, lamentou.

Força Animal

O Grupo Força Animal tem por objetivo resgatar e reabilitar casos extremos de proteção animal. Sem qualquer apoio governamental, a equipe realiza resgates de animais amarrados em linhas de trem, maus tratos, atropelamentos, entre outros. Como não há um hospital público, tudo é realizado em hospitais particulares.

Se quiser conhecer mais o grupo, acesse a página no facebook clicando aqui.

 

BANDAB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.