Brasil

Cada vez mais homens deixam o trabalho para exercer paternidade

Embora não seja ainda tão comum os homens deixarem o mercado de trabalho para cuidar dos filhos e da casa, essa tendência tem aumentado com o passar dos anos. Foi o que constatou pesquisa recém elaborada pela Catho com 3.164 participantes, que apontou que 18,5% dos homens optaram pelos cuidados com os filhos e deixaram seus empregos. Em 2014, esse índice era de 16,1%.

“Esses dados demonstram que se trata de uma mudança, ainda que tímida. E a tendência é que esses números aumentem com o passar dos anos, mostrando que os homens, cada vez mais, estão dispostos a se dedicar integralmente aos filhos. A consequência disso pode ser a equiparação entre homens e mulheres, gerando mais diversidade para o mercado”, explica o diretor de RH da Catho, Murilo Cavellucci.
A pesquisa da Catho apontou também que a maioria dos pais gostaria de passar mais tempo com os filhos e cônjuge. Para 61,1% deles, por causa do trabalho, o tempo com a família não é suficiente; 29,7% dos homens fariam mais passeios, caso tivessem tempo disponível; já 25,4%, gostariam de estar mais presentes em momentos importantes e 22,2% dos homens participariam mais da educação dos filhos.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.