Paraná

Bebê engasga, pais se desesperam e, mesmo sem sucesso no início, PMs conseguem salvar a criança

Uma história emocionante e com final feliz aconteceu na noite desta quarta-feira (1º) em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Dois policiais militares conseguiram salvar a vida de uma criança, recém nascida, que tinha se engasgado em casa. O caso aconteceu no bairro Borda do Campo e a mãe fez questão de posar com a filha ao lado dos “heróis” policiais.

Assim que o bebê se engasgou, a Polícia Militar foi acionada pelo fone 190. Quando chegaram na casa, os soldados Michael e Cristiano  encontraram a recém nascida desacordada, já com sinais de sufocamento. Os pais choravam muito e não sabiam o que fazer, Os policiais começaram então várias manobras de reanimação, mas sem sucesso. Porém, pela insistência dos oficiais, que continuaram tentando trazer a criança de volta, os procedimentos de primeiros socorros deram resultado e a menininha chorou.

Neste momento, vizinhos do lado de fora aplaudiram muito e comemoraram a vitória. Os pais ficaram aliviados e agradecidos. A criança foi encaminhada até a Unidade de Pronto Atendimento Afonso Pena para os atendimentos necessários, sem risco de morte. No fim de tudo, mais uma vez, os pais agradeceram os policiais por não terem desistido da filha deles.

Orientação

Após a amamentação o bebê deve sempre  ser posicionado no sentido vertical, contra o peito da mãe e com a cabeça no ombro. Tem que esperar de 20 a 40 minutos, pois pode acontecer de ele regurgitar. Ao deitar o bebê no carrinho ou na cama, tem que lateralizar (colocar a criança deitada de lado) e elevar a cabecinha. Ainda assim, a mãe deve continuar observando o bebê, principalmente nos primeiros dias.

Se o bebê engasgar, é preciso fazer a desobstrução das vias aéreas. Para isso, o adulto deve estender o braço, deitar a criança em cima do braço dela com a cabeça para baixo (de bruços) e fazer uma pressão na região dorsal (costas) em direção a cabecinha ou leves palmadinhas. Também com uma gaze ou com o dedo ela pode limpar a cavidade oral. Só  pare de fazer isso quando a criança começar a chorar, voltar a respirar e ficar rosada novamente. Lembrando que os movimentos são leves e delicados.

Importante que, em casos assim, também é sempre recomendado pedir ajuda especializada, como no caso da Polícia Militar, caso não consiga fazer a criança recuperar o fôlego.

BandaB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.