Araucária

Audiência discute melhorias no Cemitério Central de Araucária

Uma Audiência Pública realizada terça-feira (09) no Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora dos Remédios apresentou melhorias que deverão ser realizadas no Cemitério Central de Araucária. Representantes das secretarias de Meio Ambiente e de Planejamento mostraram os projetos e debateram com a comunidade possibilidades e dificuldades encontradas.

Moradores do entorno foram os principais participantes da reunião. O paredão do cemitério central passará por reforma e ganhará túmulos familiares verticais. A Cruz das Almas e o Veleiro deverão mudar de lugar porque onde estão atualmente fica numa localização íngreme e tem o piso escorregadio, o que aumenta o risco de acidentes. A ideia é que fiquem em um local plano e com um piso rugoso, garantindo mais segurança dos transeuntes. Outras alterações favorecendo a acessibilidade no espaço, como inserção de corrimão e escadaria também estão previstas, assim como a troca de toda cobertura da capela.

Exumação – De acordo com o artigo 309 da lei 2159/2010, neste local, a exumação pode ocorrer a partir de 5 anos após o sepultamento. Os restos mortais que estão na ala de túmulos provisórios serão direcionados ao Ossário do Cemitério Jardim Independência. Caso alguém tenha parente sepultado neste local, é possível entrar em contato com o Cemitério Central para solicitar a transferência dos restos mortais para outro local a critério da família.

 

smcs

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.