Araucária

Araucária terá “cinturão verde” com a criação de parque municipal

O prefeito Olizandro Ferreira recebeu o governador Beto Richa na manhã desta quarta-feira (02) para a solenidade de assinatura da criação de um parque municipal em Araucária. No total, serão R$ 10 milhões investidos na conservação de áreas de preservação da biodiversidade e também na regularização fundiária das famílias realocadas desta área. O valor é resultado de medida compensatória pela ampliação da Repar ao município e só pode ser investido em projetos ambientais.

Olizandro lembrou aos presentes à cerimônia que Araucária deve se tornar o “único município do Brasil fechado por um corredor metropolitano ambiental” e destacou os 1.000 hectares que serão contemplados com o “investimento espetacular”. “O Governo do Estado está reconhecendo que o município que viveu o ‘lado ruim’ do investimento [ampliação da Repar] deve receber essa compensação”, destacou. O prefeito também falou da parceria de sucesso com o Governo do Estado e garantiu que não há outro município da região metropolitana (e talvez do Estado) com tantas obras e tantas realizações.

Citando ter uma história com Araucária há algum tempo, o governador Beto Richa comentou sobre seu empenho em realizar parcerias com prefeituras da região metropolitana desde quando era prefeito de Curitiba. À frente do Estado, Richa ressaltou um “grande trabalho e amizade que resultaram em bons resultados para a população de Araucária” em áreas como infraestrutura urbana, educação, saúde, entre outras. Sobre a nova unidade de conservação, o governador defendeu o investimento no município. “É uma parceria em favor das famílias de Araucária. A ampliação das obras impactou diretamente a população de Araucária. Nada mais justo que o recurso da compensação seja destinado para a cidade”, garantiu o governador.

A proposta do Parque foi elaborada pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) e aprovada pelo IAP. De acordo com a SMMA, os recursos serão investidos na criação de um Mosaico de Unidades de Conservação que se estendem ao longo do Rio Passaúna até a sua foz e continua pela várzea do Rio Iguaçu até o encontro com a Foz do Rio Barigui, onde se encontra o já criado o Refúgio do Bugio. Desta maneira, Araucária formará um grande cinturão de Unidades de Conservação ao redor da área urbana, que auxiliará no uso do solo e na preservação dos remanescentes florestais e da água.

Nesta ação de criação do parque municipal, famílias que hoje vivem em ocupações irregulares serão realocadas e passarão a viver em local seguro. “Além dessa conquista ambiental. Cerca de 600 famílias vão poder sair de locais de risco e ter um lar digno para morar”, disse o prefeito.

Licenciamento ambiental
O presidente do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) Luiz Tarcísio Mossato Pinto destacou que a parceria entre Prefeitura e Estado possibilitou que o processo [paralisado desde 2010] pudesse caminhar para que houvesse a liberação dos recursos para esta ação. Luiz Tarcísio também anunciou que partir de hoje (02) o secretário de Meio Ambiente de Araucária, Hino Dirlei Falat Pereira de Souza, passa a ser responsável pelo licenciamento no município. “Isso vai dar muito mais agilidade para quem precisa de licenciamento rápido. O IAP vai cuidar dos grandes investimentos e deixar que empreendimentos com impactos locais os municípios licenciem, sempre com o nosso suporte técnico”, explicou.

Além de representantes de diversos setores de Araucária e de vereadores, o evento também contou com a presença do secretário estadual de Meio Ambiente Ricardo José Soavinski e do deputado estadual Alexandre Cury.

 

SMCS / Foto Carlos Poly

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.