Araucária

Araucária realiza trabalho social com até 20 mil famílias por ano

O trabalho social realizado pela Prefeitura de Araucária, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), atinge até cerca de 20 mil famílias todos os anos. O foco das ações da SMAS tem sido o de desenvolver ações em grupos que promovam o fortalecimento de vínculos entre as famílias. Isso porque uma família em que o respeito e o diálogo prevalecem consegue lidar melhor com os desafios que precisa enfrentar. Há ainda outras ações que trabalham com grupos específicos visando dar novas perspectivas a essas pessoas.

Na área de ações preventivas, dentro da chamada “Proteção Social Básica”, estão inúmeras atividades realizadas nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) com grupos de convivência de pais, adolescentes, crianças, idosos e outros, conforme a realidade local mostrar ser necessário. São os CRAS o principal local de atendimento, orientação e acompanhamento às famílias em situação de vulnerabilidade; vulnerabilidade que não necessariamente é financeira. Evitar a ruptura dos laços familiares é uma das prioridades.

Destaca-se também o trabalho  dos Adolescentros, espaços de convivência onde ocorrem oficinas como as de musicalização, teatro e hip-hop. A SMAS também realiza, em parceria com o SENAI, um importante trabalho de aprendizagem profissional com cerca de 240 adolescentes. Eles são encaminhados pelos CRAS do município para a aprendizagem e muitos acabam efetivados nas empresas onde foram aprendizes.

Violação – Quando há violação de direitos (abuso sexual, violência contra o idoso, negligências, entre outros), a Assistência Social conta com o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) com seu trabalho psicossocial de orientação às vítimas e também aos familiares (já que os conflitos atingem toda a família). O CREAS está dentro da chamada “Proteção Social Especial”, da qual também fazem parte o Centro Operacional de Medidas Socioeducativas (COMSE), voltado para a reinserção social de adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, e o Centro de Referência de Atendimento a Mulher (CRAM), que a atende Mulheres em situação de violência. A Casa de Acolhimento (para acolher crianças e adolescentes afastados da família por proteção judicial) e a Casa da Cidadania (voltada para apoio e trabalho de reinserção de pessoas em situação de rua) também fazem parte das ações da Proteção Especial no município.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.