Araucária

Araucária perde primeiro médico para a Covid-19

O último domingo (07) foi marcado pela triste notícia do falecimento do primeiro profissional da área da saúde de Araucária vítima da Covid-19. O médico clínico geral William Quinto Maldonado, 55 anos estava na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Marcelino Champagnat e não resistiu as complicações da doença.

Casado com a enfermeira Mônica, pai de dois filhos, Leonardo e Matheus; o Dr. William era servidor concursado da Secretaria de Saúde de Araucária desde fevereiro de 2011. Atualmente estava trabalhando na Unidade de Saúde do Boqueirão, porém já atendeu em outras Unidades como Califórnia, Costeira, Thomaz Coelho e no Caic. Além disso, trabalhava na Prefeitura de Curitiba na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Campo Comprido.

Os colegas de profissão lamentam muito a perda do amigo e dizem que era um médico exemplar. “Um profissional comprometido, sempre muito educado, atencioso com seus pacientes. Era prestativo nos esclarecimentos pra que não ficassem com dúvidas, tanto os pacientes como os colegas de trabalho. Vai fazer muita falta, um profissional valioso em todos os sentidos”, diz a coordenadora da UBS Boqueirão, Miriam Santos.

O médico que nasceu e se formou no Peru, era naturalizado brasileiro e morava no país desde 1992. Os amigos o resumem como: “um homem forte e cheio de virtudes. Que não se poupava a passar ensinamentos aos outros. Fazia seu papel de cristão exemplarmente. Era uma pessoa reservada, mas todos sabiam que fora do trabalho, a família era sua vida. Dedicava todo seu tempo livre à Monica, ao Leo e ao Matheus, seja andando de bicicleta, jogando futebol ou preparando umas comidinhas peruanas.
Não era de muitas palavras, mas transmitia toda bondade do seu coração com o olhar.


Sua precoce partida deixará um vazio imenso nas vidas de todos que tiveram a benção de com ele conviver. Mas seu legado de honestidade, amor ao próximo e família acima de tudo foi passado com muito amor e seguirá guiando o Leo e o Matheus por toda suas vidas.”

O seu filho mais velho, Leonardo também fala sobre o pai com muito amor e admiração. “Pai, Dr. William, Williancito, Willanquis, Willi e tantos outros nomes dados para uma pessoa tão boa e tão honesta, trabalhadora, humilde e muito gente boa. Foi um homem muito sábio, me lembro que sempre tinha as palavras na boca para qualquer tipo de situação. Um pai muito bom, tão presente diante nossa família que só nos ensinava coisas boas. Um esposo muito bom que sempre cuidava de sua esposa. Excelente profissional que na maioria das vezes priorizou a vida de outro do que a sua própria vida. Hoje eu só tenho de agradecer tudo o que me ensinou, pelas palavras, pelos puxões de orelhas que foram precisos e minha maior gratidão é saber que posso te chamar de PAI. Ontem o céu ganhou uma estrela, descanse em paz”.

SCMS Araucária

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.