Araucária

Araucária irá ganhar um novo parque para preservação de áreas de mananciais

Araucária irá ganhar um novo parque o “Parque Natural do Iguaçu” que será construído junto à foz do Rio Passaúna e incluirá áreas de cavas resultantes da exploração mineral. O objetivo é preservar as áreas de manancial.

Projeto do Parque Natural do Iguaçu no município de Araucária. Curitiba, 20/04/2015 Foto: Orlando Kissner / ANPr

O local terá pistas de caminhada, playground, ciclovia e uma grande área de lazer para as famílias descansarem e aproveitarem a natureza. Após a elaboração dos projetos executivos, o que deve durar de seis a oito meses, serão anunciadas as datas e o valor da implantação dos parques.

Funcionários da Secretaria de Meio Ambiente e de Planejamento participaram da concepção do projeto para delimitar as áreas que serão utilizadas pelo Estado e a área que será utilizada para a criação de uma nova unidade de conservação que, posteriormente, será integrada ao parque.

O edital, lançado pelo governo do Estado na última quarta-feira(22), ainda prevê a construção do Parque Ambiental do Iguaçu, em São José dos Pinhais, e do Parque Ambiental Piraquara, em Piraquara. Há ainda previsão de construção de outros dois parques na região. O Parque Ambiental Palmital, em Pinhais, cujo projeto executivo já foi elaborado e o Parque Metropolitano do Iguaçu, uma expansão do já existente Parque Iguaçu, em Curitiba, contemplando, dessa vez, os municípios de São José dos Pinhais e Piraquara.

A proposta dos parques foi apresentada ao governador Beto Richa pelo secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, e pelo diretor-presidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Omar Akel. “Os projetos demonstram a preocupação do Governo do Estado com a preservação ambiental na Região Metropolitana de Curitiba. Queremos dar condições de preservar a qualidade da água para as futuras gerações”, afirmou Richa.

O Ministério das Cidades irá repassar os recursos, a fundo perdido, para a elaboração dos projetos por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2).

Para o secretário do Desenvolvimento Urbano, os novos espaços irão melhorar as áreas de drenagem na Região Metropolitana de Curitiba, preservando a mata nativa e ajudando na contenção das enchentes. “Além da questão da drenagem, que vai evitar as enchentes, também levaremos lazer e mais qualidade de vida para as pessoas”, disse Ratinho Junior.

Os editais estão publicados no Diário Oficial do Estado e deverão ser publicados, também, no Diário Oficial da União.

SMCS

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.