CuritibaPolícia

Após guarda reagir com tiros contra ciclistas, sindicato denuncia dificuldade em conter quem não obedece decretos

As investigações do caso do Guarda Municipal (GM), que reagiu com tiros contra um grupo de ciclistas, no Parque São Lourenço, nesta quarta-feira (22), continuam. Em entrevista nesta quinta-feira (23), Rejane Soldani, diretora do Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba, afirmou que desde o inicio da pandemia, são inúmeros os casos de pessoas que tentam enfrentar os agentes cumpridores da lei, em situações parecidas como esta.

Na manhã desta quinta-feira (23), a nossa reportagem publicou imagens (veja abaixo) que mostram o momento dos tiros efetuados pelo Guarda. O objetivo do agente municipal era afastar o grupo do Parque, devido as questões de isolamento social impostas pelo novo coronavírus.

“Nós estamos, infelizmente, presenciando todos os dias, pessoas que tentam burlar as normas. Pessoas que tentam enfrentar os agentes públicos que estão ali para cumprir. Nós temos exemplos ‘as pencas’ de vídeos nas redes sociais, de casos assim”, defendeu a sindicalista.

Rejane fez questão de reforçar que o acesso aos Parques de Curitiba ficou proibido após o decreto municipal, que colocou a capital na bandeira laranja. “De antemão, a gente reforça: as normas estão aí para serem cumpridas. Por isto, tem que ser averiguado com muita calma, o que aconteceu”, pontuou.

Investigações

Para Rejane, até o momento, não é possível afirmar se houve excesso na ação realizada pelo guarda, no momento da discussão. “Nesta quinta-feira (23), pela manhã, soubemos do que aconteceu. Nós estamos levantando todos elementos e circunstâncias que envolvem esta situação. Todos os excessos, se porventura, ocorrer algum tipo de excesso, são verificados”, explicou.

A diretora também questionou a divulgação do vídeo nas redes sociais. Rejane afirmou que as imagens não mostram toda a confusão. “É prematuro, tendo só uma parte da versão, só uma parte do vídeo, a gente concluir isto (se houve excesso). É o que nós estamos comentando. Ali, você só tem uma parte do vídeo e uma parte da versão do que ocorreu”, explicou.

Guarda

O guarda envolvido na confusão, entregou a arma para a corporação e foi afastado do trabalho. Ele era lotado na unidade do Boa Vista, e trabalhava há 10 anos na GM.

Imagens

Para ver as imagens da confusão no Parque São Lourenço, acesse o link .

.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.