RMC

Apesar de forte chuva, nível dos reservatórios pouco se altera

A forte chuva que caiu sobre Curitiba e região metropolitana pouco afetou o nível dos reservatórios na noite deste sábado (12), o que mantém a necessidade do rodízio de água por parte da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar).

Segundo dados atualizados neste domingo (13), a média atual nos reservatórios é de 35,40%, um aumento bem pequeno quando comparamos com a última terça-feira (8), quando a ocupação era de 34,52%.

A Barragem Piraquara 2 é o reservatório da região com melhores condições, atualmente com 55,63% da capacidade. Já a Barragem do Iraí tem apenas 23,90%.

Questionado em uma rede social sobre a chuva, o Sistema Meteorológico Simepar informou que nos reservatórios a queda de água foi pequena. “No Jardim das Américas foram 20 mm, mas teve pontos da cidade com acumulados acima dos 50 mm. Nas represas choveu pouco (Pinhais e Piraquara, por exemplo, não chegou a 5 mm)”, informou.

O cenário, porém, é melhor do que o visto há um mês. No dia 11 de novembro, a crise hídrica chegou ao seu pior cenário, com 26,7%. À época, a companhia chegou a informar que o sistema de abastecimento poderia entrar em colapso 18 dias após o anúncio deste dado. Havia até mesmo a expectativa de um rodízio mais rígido, com um dia com água para dois sem.

Por enquanto, a cidade segue no rodízio 36×36, mas a Sanepar ainda alerta para a necessidade de economizar água.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.