Brasil

Ao lado de Bolsonaro, Nabhan Garcia chama MST de organização criminosa

Durante a live semanal promovida pelo presidente da república Jair Bolsonaro, o secretário de Assuntos Fundiários no Ministério da Agricultura, Nabhan Garcia, disse que as invasões de propriedades rurais diminuíram nos dois anos de mandato do atual presidente. Durante a transmissão, realizada na última quinta, 10, Nabhan Garcia subiu o tom contra os movimentos populares que defendem a Reforma Agrária.

“As invasões praticamente acabaram. No ano passado tivemos cinco, pois o governo Bolsonaro não negocia com invasor de propriedade rural. Não temos mais repasse de dinheiro para grupos como o MST e Via Campesina, que são organizações criminosas. Quem promove invasão e terrorismo no campo são foras da lei e o governo não negocia com foras da lei”, disse o secretário. 

Após a fala de Garcia durante a live, Bolsonaro complementou dizendo que em governos anteriores haviam repasses de verbas  para grupos ligados ao MST. “No passado, o próprio governo estimulava a invasão de terra com esses recursos e eu cortei”, disse o presidente.

Ainda durante a live, o secretário de assuntos fundiários defendeu o programa de regularização fundiária e destacou que esse é um mecanismo que cria uma ‘identidade’ para as propriedades rurais. “Ninguém vai cometer crime ambiental em uma propriedade com ‘RG e CPF’. Caso isso ocorra, teremos mais facilidade em identificar e punir os crimes que acontecem nos locais”, destacou.

Confira aqui a live

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.