Brasil

Animais pegam carona nas férias de verão

Faz tempo que o espaço destinado a eles deixou de ser apenas o pátio externo. Hoje, em muitas casas, animais de estimação participam de todas as atividades, como um legítimo membro da família, inclusive embarcando junto em viagens de férias e temporadas de praia. Viajar com pets, no entanto, não é sempre tarefa fácil e exige cuidados básicos não apenas para evitar incômodos para os donos, mas também para garantir o bem-estar do animal.

O primeiro passo é avaliar a “personalidade” do animal, segundo a médica veterinária Jociane Tokarski. “O importante é avaliar o temperamento e a relação que ele tem com o proprietário. Alguns animais não se incomodam durante viagens, outros detestam, sentem medo e enjoo de movimento. Nesse caso, o dono precisa considerar se hospedar o animal em um hotel para cachorros ou gatos é uma alternativa melhor. Mas também tem muitos animais que ficam tristes e param de comer quando longe de seus donos”, explica.

Thor viajante

Acomodado no banco de trás do carro, Thor, um simpático Golden Retriever de 1 ano e 3 meses e 35 kg, parece absolutamente alheio a quaisquer incômodos que viagens longas possam causar. O percurso de Marília (SP), onde reside, até Guaratuba (PR), é de mais de 600 quilômetros, mas Thor mantém a calma – uma parada para esticar as pernas e fazer as necessidades é o suficiente. “Ele adora viajar. É só abrir a porta do carro e ele pula para dentro. Não precisa tomar calmante e não faz alarde para colocar a guia adaptada”, conta Júnior Licas, 30 anos, dono do cachorro.

Mas nem sempre foi assim. Dias após ser acolhido no novo lar, com apenas 3 meses, Thor embarcou em uma viagem de carro para Londrina (PR). Durante o trajeto, enjoou e vomitou. Licas não desistiu de levar o companheiro junto. Com o tempo, o bicho acostumou. “Já pensei em deixar em hotel, mas tenho dó. Para quem gosta do animal, é duro deixá-lo. Se a família pode se revezar para cuidar dele, eu deixo em casa. Senão, ele vem comigo.”

Cate o cocô

Recolher as fezes do seu animal é um ato de educação e evita a proliferação do bicho geográfico.

“Emplacado”

Coloque uma placa de identificação com o nome e o telefone do dono do bicho.

Na Ilha do Mel ele não entra

Áreas protegidas não permitem a entrada de animais de estimação, como a Ilha do Mel. De acordo com a Rede Estadual de Direitos Animais (Reda), da Secretaria do Meio-Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná, a proibição se deve ao fato de que esses locais abrigam espécies silvestres, repteis e possuem ninhos de pássaros e outras aves.

Tenha itens para reduzir também a sensação de calor

Uma vez decidido que o animal vai acompanhar os donos, é preciso certificar-se de que as vacinas estão em dia e de que o bicho apresenta boas condições de saúde. Segundo o Ministério da Agricultura, para viajar com cães e gatos em qualquer meio de transporte terrestre, são necessários o atestado de saúde do animal emitido por veterinário habilitado e comprovante da vacina antirrábica. A médica veterinária Jociane Tokarski recomenda ainda uma dose da déctopla (que protege contra parvovirose, leptospirose e cinomose) e de vermífugo.

Outro cuidado é a atenção ao calor intenso registrado nesse período do ano, principalmente no Litoral. Os animais, principalmente os de pelagem farta e aqueles não acostumados às altas temperaturas, sentem bastante o efeito do calor excessivo. Para proteger , garanta que ele tenha acesso à sombra e a um local fresco para descansar; quando sair para passear, faça pausas à sombra e carregue água fresca para beber no passeio.

Atente-se aos sinais de superaquecimento

O superaquecimento pode ser um risco à vida do animal, que apresenta comportamento atípico quando sofre com o calor: respiração rápida e ofegante, salivação além do normal, problemas de coordenação motora, encolher-se como se estivesse com frio e vômitos ou diarreia repentinos.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.