ParanáTV

47% dos paranaenses não sabem que TV analógica será desligada

A menos de dois anos do primeiro desligamento do sinal da TV analógica no estado, quase 47% dos paranaenses não sabem que isto vai acontecer e boa parte não está preparada. Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, encomendado pela Gazeta do Povo, revela que 21,8% dos moradores do estado ainda utilizam as antigas TVs de tubo, sendo que quase 70% não possui conversor para receber o sinal digital.

A pesquisa mostrou ainda que as perspectivas não são boas, pelo menos por enquanto: 67,4% dos paranaenses que usam TV de tubo não têm intenção de comprar um conversor digital, que custa em média R$ 120, e 42% não pretendem trocar de televisor para um modelo que aceite o sinal digital.

O trabalho de conscientização da população sobre o fim definitivo do sinal analógico é, justamente, o maior desafio do governo, das emissoras de televisão e da entidade criada pelas operadoras de telefonia para a mudança. As telefônicas participam do processo porque assim que for desligada, a faixa de 700 MHz (hoje ocupada pelo sinal de TV analógica) será utilizada para o sinal do 4G dos celulares.

O engenheiro da RPCTV Ivan Miranda, integrante do Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired), criado para acompanhar o processo de transição dos sinais, afirma que campanhas de conscientização sobre o fim do sinal analógico já estão acontecendo em Brasília, São Paulo e Rio Verde, no interior de Goiás, cidade-piloto e primeira que terá o sinal analógico substituído pelo digital, em novembro deste ano.

“O resultado ainda está sendo tímido. Não está vindo na proporção que deveria. Tem muita coisa que ainda precisa ser aprimorada. De qualquer forma, todas as cidades receberão a campanha que começa normalmente um ano antes do prazo de desligamento do sinal”, diz Miranda. Pelo cronograma, Curitiba e 12 cidades da região metropolitana serão as primeiras do estado a terem o sinal analógico desligado, a partir de 25 de junho de 2017. Nas demais cidades do Paraná, o desligamento ocorrerá a partir de 25 de novembro de 2018.

Uma portaria publicada ano passado pelo ministério das Comunicações especifica que o sinal analógico só poderá ser desligado se pelo menos 93% dos domicílios da cidade em questão tiverem acesso comprovado ao sinal digital – seja usando aparelhos de TV que já vêm com a tecnologia (em geral, os de tela plana) ou um conversor para as TVs de tubo.

A confirmação do porcentual se dará por meio de pesquisa, feita próxima à data de desligamento, a ser conduzida pela EAD, entidade das operadoras de telefonia vencedoras do último leilão do 4G.

Gazeta do Povo

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.