Araucária

30 vagas da FAVI deverão ser ofertadas gratuitamente para tratamento de dependentes

1401601_1404875813084371_6984550866179629815_oO prefeito Olizandro Ferreira assinou esta semana a Lei n° 2.832/2015, que permite por 12 meses a transferência de recursos do município para a FAVI (Comunidade Terapêutica Fonte de Água Viva) para atendimento de dependentes químicos em situação de risco social e pessoal. A medida objetiva o acolhimento em caráter transitório, apoio e o auxílio à reabilitação social, de pessoas com dependência e em breve deverá sair no Diário Oficial.

Por mês, deverão ser disponibilizadas 30 vagas na instituição para o município, 10 a mais do que o convênio anterior. “Vimos que em alguns momentos a demanda estava excedendo as vagas ofertadas e solicitamos a ampliação desse número. Com uma rede estruturada de suporte e o acesso facilitado à família há mais chances de recuperação e reinserção social dos pacientes”, explica o psiquiatra Luciano Sankari.

Amparo
As famílias que necessitem de algum apoio na luta contra as drogas podem procurar as unidades básicas de saúde ou o CAPS AD (Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e outras Drogas) para saber sobre os trabalhos executados pelo município nesse sentido. O CAPS AD oferece acompanhamento com psicólogo, psiquiatra, terapia ocupacional, equipe de enfermagem e de serviço social. O serviço está localizado no Complexo de Saúde São Vicente de Paulo, em frente à loja Havan. O telefone de contato é o 3614-7717.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.