Paraná

Vereadores votam na segunda projeto que permite troca de ônibus sem pagar nova passagem

Os vereadores de Curitiba votam, na próxima segunda-feira (9), o projeto que possibilita a troca de ônibus sem o pagamento de nova passagem. Chamado de ‘bilhete único’, o sistema permite ao usuário fazer integrações em outros ônibus por meio do cartão transporte, sem o desconto de nova tarifa. Atualmente, a forma mais comum de mudança de linhas na capital é realizada pelos terminais.

Em maio deste ano, o próprio prefeito Rafael Greca defendeu a ideia com a implantação da bilhetagem eletrônica.

O texto de Bruno Pessuti (PSD) defende diferentes formas de cobrança, cabendo à Prefeitura de Curitiba a decisão. “A tarifa poderá ser única, variável, exclusiva ou temporal, independentemente do valor da tarifa técnica calculada e será regulamentada através de decreto, que disciplinará os critérios para a obtenção dos diferentes tarifários aplicáveis ao usuário, que poderão considerar as características especiais da linha, o horário ou local de embarque e desembarque, o pagamento pelo serviço mediante o uso de cartão transporte, a quantidade de utilização do serviço de transporte coletivo pelo usuário dentro de uma determinada periodicidade temporal, dentre outros critérios”, diz.

A eventual aprovação acompanha outro projeto, de autoria de Greca, que permite cobranças diferenciadas em horários de menor movimento.

Com o acréscimo do texto do Executivo à sua proposição, Pessuti trata não só da tarifa variável (diferenciada), regulamentada via decreto, mas também da vigência dos créditos do cartão-transporte por um ano, com exceção da Linha Turismo. Créditos expirados seriam incorporados ao Fundo de Urbanização de Curitiba (FUC). Se aprovada pelo plenário, em dois turnos de votação, e sancionada pelo prefeito, a lei entrará em vigor 30 dias após a publicação no Diário Oficial do Município.

Região Metropolitana

Nesta semana, a Coordenação da Região Metropolitana (Comec) anunciou que a linha Pinhais/Guadalupe terá a tarifa de ônibus R$ 0,60 mais barata fora dos horários de pico a partir da próxima segunda-feira (9). O desconto será válido com o uso do cartão Metrocard em três períodos diferentes do dia. A tarifa de R$ 3,90 será cobrada das 9h às 11h da manhã, das 14h às 16h da tarde e das 20h à meia noite.

O projeto-piloto é válido por três meses e a Comec estuda a possibilidade de estender a ideia para mais linhas.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.