ParanáPolícia

Recém-nascido é encontrado dentro de caixa de papelão no Butiatuvinha

Uma caixa de papelão deixada em um ponto de ônibus, no Butiatuvinha, em Curitiba, despertou a curiosidade de pessoas que passaram por perto e não souberam identificar o que era. A Polícia Militar (PM) foi acionada, então, para o local. Quando a equipe chegou, constatou que o que tinha dentro da caixa era um recém-nascido.

A situação aconteceu na manhã desta sexta-feira (20) e o bebê foi imediatamente levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do Campo Comprido, em Curitiba.

Segundo o soldado Kinap Maycoln, da PM, provavelmente o bebê foi deixado no local por volta das 4 horas, pois a caixa estava bem molhada quando foi encontrada. “O bebê não estava molhado, mas a caixa sim. Ele estava tranquilo, quieto. Enrolei ele na coberta, estava com as mãos bem geladas”, relatou.

O recém-nascido estava no ponto de ônibus em frente ao Seminário, enrolado em uma coberta, com a roupa, fralda e nada mais. “Ele estava hipotérmico e com o cordão umbilical, mas foi imediatamente aquecido e feito os primeiros cuidados. Está bem, é um menino”, esclareceu a Dr. Carmela Brocher, médica que atendeu o bebê na UPA.

Após os primeiros socorros, o bebê foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador. O caso será investigado pela Polícia Civil do Paraná (PCPR).

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.