ParanáPolítica

Primeiro balanço da PM aponta 14 detidos por crimes eleitorais no Paraná

Quatorze pessoas foram detidas por crimes eleitorais na manhã deste domingo (7), no Paraná. Boletim divulgado pela Polícia Militar mostra que o estado teve 39 ocorrências até 11h45, sendo 14 pessoas encaminhadas para a Polícia Federal.

Comandante-geral da Polícia Militar, a coronel Audilene Rocha disse que a maioria dos casos é por boca de urna. “As eleições, no geral, estão tranquilas na maior parte do estado. As detenções são na maioria por boca de urna, mas também tivemos flagrante por compra de votos e transporte de eleitores com distribuição de panfletos”, explicou.

Os flagrantes, segundo a PM, foram realizados em Mangueirinha, no Centro-Sul, e Pontal do Paraná, no Litoral. Um terceiro caso, que pode se configurado como flagrante de crime eleitoral, aconteceu no bairro Pilarzinho, em Curitiba. Nos outros 11 encaminhamentos, os detidos assinaram termo circunstanciado.

Entre os casos, uma mesária foi detida por informar para os eleitores que a urna já tinha votos. Mesmo com outros mesários não confirmando as informações, ela continuava denunciando a situação. Após testes do Tribunal Regional Eleitoral descartarem qualquer fraude, ela foi detida pela confusão.

Banda B – 07/10/2018

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.