Paraná

Morte de mergulhador em Marina de Pontal do Paraná retoma alerta quanto periculosidade da pesca sub aquática em locais proibidos

Pesca é proibida em piscinas de barcos em Marinas e locais de alto risco

Redação com Assessoria

A morte por afogamento de um homem de 25 anos, na tarde do último dia 8 de janeiro, na piscina de barcos da Marina Ponta do Poço, em Pontal do Paraná, após mergulhar para praticar pesca subaquática trouxe à tona os alertas sobre a prática no Paraná. A pesca subaquática, profissional ou amadora, tem restrições nas Baías de Antonina, Paranaguá, Guaraqueçaba e Pontal do Paraná.

Além de uma série de restrições como pescar em locais particulares de alto risco, a pesca subaquática é perigosa e tem seus riscos potencialmente elevados se feita em piscinas de Marinas, como no caso da Ponta do Poço.

Mergulhador experiente e advogado da Marina Ponta do Poço, Claudio Dalledone Junior, comenta que diversos elementos compuseram a tragédia da tarde do último dia 8 de janeiro. “As piscinas das Marinas são locais privados e proibidos para mergulhadores e banhistas. Mais do que isso, são áreas muito perigosas. Água turva, obstáculos como pilastras, cordas e âncoras, sem falar no fluxo constante de embarcações elevam os riscos. É um local de uso exclusivo para marinheiros e acesso à embarcações, nada mais”, alertou.

Tragédia

Segundo Dalledone, a morte do rapaz aparentemente ocorreu, após a fisgada de um peixe. Para o advogado, as condições do local foram determinantes para a morte. “Ele havia fisgado um peixe com seu arpão. Ali é um local difícil, de pouca visibilidade. O peixe deve ter mergulhado ao ser atingido e isso fez com que a corda do arpão enrolasse no corpo do mergulhador o puxando para o fundo. Foi uma cena triste quando o resgate retirou o corpo, na tarde do dia 9, e nos demos conta do ocorrido. É uma atividade perigosa. Se este rapaz tivesse respeitado a lei, os limites da Marina, certamente estaria vivo ainda”, comentou o advogado.

Segundo a normativa federal, a pesca e mergulho é legal no país, somente sendo proibida nas Baias do litoral do Estado do Paraná. Para o pescador subaquático poder realizar a atividade, deve estar licenciado obtendo uma carteirinha que informa os dados e equipamentos que poderão ser utilizados.

O corpo do jovem foi localizado pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros na tarde do dia 9.

 

(Fotos: Cláudio Dalledone Junior)

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.