Paraná

Morre no hospital menino que teve braço arrancado por centrífuga de roupas

Após três dias internado na UTI do Hospital do Trabalhador de Curitiba, morreu na noite desta quinta-feira (6) o menino Cristofer Lorenzo Padilha, de 3 anos, que teve o braço arrancado por uma centrífuga de roupas na tarde da última segunda-feira (3), no bairro Cajuru, em Curitiba. A assessoria do hospital informal que a criança teve uma parada cardíaca em razão gravidade do ferimento.

A mãe buscou ajuda na Unidade de Pronto-Atendimento do bairro no dia do acidente. Ela contou que estava lavando roupa em casa quando foi ao banheiro por alguns minutos. Foi então que Cristofer entrou na lavanderia e colocou o braço dentro da centrífuga, que fica a uma baixa altura do chão.

“Como a centrífuga é pequena, crianças acabam tendo um acesso facilitado. Nesse caso, acabou sendo uma vítima bem grave, já que o braço quase que por completo foi arrancado”, explicou o socorrista Élcio no dia do acidente.

Apesar do grave ferimento, a criança foi encaminhada com consciência ao pronto-socorro. No local, chegou-se a cogitar a possibilidade de reimplante do braço, mas não possível fazer o procedimento.

Ninguém da família se manifestou sobre o acidente.

 

 

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.