ParanáPolícia

Mãe é presa após agredir criança de dois anos e enviar vídeos para a avó: “É nojento igual ao pai”

Um caso de agressão a uma criança de dois anos chocou moradores de Campo Largo e Fazenda Rio Grande neste final de semana. Vídeos que circularam nas redes sociais nas últimas horas mostram uma mulher agredindo seu filho pequeno por ele ter evacuado nas calças. Na gravação, ela afirma que o filho “é relaxado e nojento igual ao pai”, enquanto puxa violentamente os cabelos do menino.

Em entrevista  a avó da criança afirma ter recebido os vídeos e encaminhou para familiares pedindo conselhos de como proceder sobre as agressões. Os arquivos acabaram ‘viralizando’ na internet, mostrando agressões e falas exaltadas da mulher. “Eu vejo esse menino e lembro do pai dele. Eu tenho ódio e raiva de olhar para a cara dele, com esse choro horroroso dele”, reclama em áudios enviados pelo Whatsapp. “Não dei para o Conselho Tutelar porque ninguém vai querer ele, nem o pai, nem as avós, nem ninguém”, diz.

 “Na sexta à noite ela me mandou áudios e vídeos que me chocaram muito. Ela dizia que era para eu tomar uma providência senão ela mataria a criança, que não suportava mais vê-lo na frente dela”, afirmou. A avó acionou a delegacia de Fazenda Rio Grande e o Conselho tutelar do município. “Essa não é a primeira vez. Com oito dias de nascido, ela já o abandonou no mato e dizia que preferiu matá-lo a passar a guarda pra mim”, contou emocionada.Mãe e filho se mudaram recentemente para o município de Campo Largo, onde viviam com o atual marido. Por isso, foi necessária uma ação conjunta das equipes policiais de ambas as cidades, que encontraram a criança ainda na tarde de ontem (1). “Eu disse que iria visitá-los e enviar um dinheiro para ajudar a situação e pedi o endereço, pois não sabia onde eles estavam vivendo. Ela me passou e a polícia foi realizar a prisão”, contou a avó.

De acordo com  Juliana Theodoro, conselheira tutelar que atuou na ocorrência, a mulher estava exaltada durante a prisão. “Tanto ela quanto o cônjuge estavam muito nervosos. Então trouxemos a criança para Fazenda Rio Grande e ficará na guarda provisória com a mãe do pai biológico até que o processo seja encerrado e decisões sejam tomadas”, relatou.

Segundo informações preliminares apuradas pela reportagem, a mãe já está solta. A identidade dela e do filho foram preservados para a segurança da criança. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil de Campo Largo.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.