Esportes - Coluna ''Destaque Entre Redes''Paraná

Curitiba pode receber UFC novamente

Curitiba está cotada para receber mais uma edição do Ultimate Fighting Championship (UFC). A informação é do vice-presidente da competição, David Shaw, e divulgada pela prefeitura da capuital.

“A possibilidade é grande de voltarmos a Curitiba. Foi um sucesso o último evento por lá e a tendência é fazermos um evento lá novamente”, revelou Shaw. A declaração foi dada durante o UFC São Paulo, disputado no último sábado (22). Três edições do UFC estão programadas para acontecer no Brasil em 2019 e Curitiba seria a primeira cidade a receber o evento de Mixed Martial Arts (MMA).

Curitiba sediou o UFC em maio de 2016, quando foi registrado o maior público da história da Arena da Baixada: 45.207 pessoas. Na ocasião, participaram do card principal os lutadores Maurício Shogun, Cris Cyborg, Fabrício Werdum e Rogério Minotouro.

Levantamento do Instituto Municipal de Turismo indicou que quase metade (43%) do público que assistiu a competição veio de fora de Curitiba e o evento injetou R$ 45,2 milhões na economia da cidade. Cerca de R$ 22,2 milhões foram gastos diretamente pelo público, em hospedagem, alimentação, transporte e compras. Já o impacto indireto na economia – com fornecedores de hotéis e restaurantes, por exemplo – foi de R$ 22,9 milhões.

Massa News – 25/09/2018

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.