Polícia

Ciclistas pegam “rabeira” em ônibus e agridem motorista que foi reclamar

Um motorista de transporte coletivo foi agredido por ciclistas após pedir para eles saírem da “rabeira” do ônibus, no Bigorrilho, em Curitiba. A situação aconteceu na tarde deste domingo (25) e, após a agressão, ele foi encaminhado ao Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com ferimentos na cabeça.

A situação aconteceu com o motorista, de 49 anos, do ônibus biarticulado, que fazia a linha Centenário/Campo Comprido. Alguns passageiros viram os ciclistas segurando na parte traseira do ônibus e avisaram o condutor que, por sua vez, parou na estação-tubo Bruno Filgueira, e fez o pedido.

“Quando cheguei na estação-tubo, tinha uns 15 ciclistas, alguns na lateral do ônibus. Estavam quebrando lanternas também. Parei e disse que era perigoso eles ficarem ali do lado, correndo risco de vida. Um deles me ameaçou e, quando virei para ele, começaram as agressões. Muito complicado, pois é a vida deles que está em risco e não a nossa”, disse o motorista, que trabalha no transporte coletivo há 16 anos e não será identificado.

Segundo o diretor do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), Dario Pereira, essa situação de ciclistas pegarem carona na “rabeira” dos ônibus, está frequente.

“É uma situação que está acontecendo em todas as canaletas. A cada três ônibus, um tem ciclista na “rabeira”. Eles fazem todo o circuito na traseira e ninguém toma providencia alguma. Dificilmente um motorista nota o ciclista na traseira de um biarticulado. Desta vez, os passageiros avisaram, o motorista fez a orientação e acabou sendo agredido”, explicou Pereira.

O risco da “rabeira”

Ainda segundo o diretor, tiveram situações em que o ciclista morreu ao realizar essa ação e quem pagou pela situação foi o motorista. “Recentemente, tivemos duas mortes devido ao ciclista segurar na traseira do ônibus. É muito perigoso. Depois, por causa de uma irresponsabilidade, quem responde é o motorista”, disse Pereira, também ao pedir reforço da Guarda Municipal.

“Esperamos que a Guarda Municipal volte a ter operações para coibir esse tipo de ação e pedimos que nos ajude nessa situação”, completou o diretor.

Empresas

Em nota, o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba (Setransp), lamentou o episódio e fez um alerta sobre essa situação. Confira a nota na íntegra:

O Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba (Setransp) lamenta profundamente esse episódio no transporte coletivo e se solidariza com o motorista que passou por essa situação revoltante, de ser agredido enquanto cumpria seu trabalho em pleno domingo por aqueles a quem ele tentava proteger, pois todos sabem do perigo de pegar carona na rabeira do ônibus.

O Setransp, que já vem alertando as autoridades sobre esse problema com ciclistas, vai reforçar o pedido para que sejam tomadas ações efetivas, a fim de que esses episódios não voltem a ocorrer.

Guarda Municipal

A Guarda Municipal também foi procurada pela reportagem da Banda B e divulgou a seguinte nota:

Agentes de trânsito e guardas municipais desenvolvem ações educativas de forma periódica, para alertar motoristas sobre o respeito a ciclistas e, também, atividades específicas com ciclistas sobre condutas perigosas. A Guarda Municipal procura inibir os ciclistas que, além de estarem na canaleta, tentam pegar carona na traseira do ônibus e pessoas que sobem no teto desses veículos.

Quanto ao crime desse domingo, equipes da Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito trabalham na identificação dos suspeitos para o encaminhamento à autoridade policial.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.